Ex-cooperados da Associação Paulistana fazem protesto na zona Leste

cooperativa

Ônibus ainda com o logotipo da Associação Paulistana, que foi desmembrada em três cooperativas. Trabalhadores da CooperQuality reclamam de repasses – Foto Apenas Ilustrativa

Cooperados da CooperQuality fazem manifestação na zona Leste

O grupo de motoristas e cobradores da CooperQuality, que começou nesta manhã uma manifestação na Avenida Jacu Pêssego, passou pela Avenida Imperador e já ocupa a frente da garagem da cooperativa na Rua Augusto Nunes, dificultando a circulação de ônibus e carros na região.
Cooperados da CooperQuality, antiga garagem dois da Cooperativa Associação Paulistana iniciaram a manifestação na Avenida Jacu Pêssego, nas proximidades do Viaduto Antônio de Larragoiti Júnior, seguindo já pela Avenida Imperador.
De acordo com a CET- Companhia de Engenharia de Tráfego, com micro-ônibus e vans os manifestantes ocuparam a faixa da direita no sentido da rodovia Ayrton Senna.
O protesto começou com aproximadamente 30 micro-ônibus na via, de acordo com a Polícia Militar.
O grupo aguardou outros veículos para seguir até a garagem, na região da Avenida Imperador.
Os trabalhadores reclamam que apesar de ser cooperativa, eles recebem como se fosse uma empresa, com uma série de descontos que não teriam como cooperados e em menos parcelas por mês.
A Associação Paulistana foi dividida em três grupos, com diretorias diferentes.
A garagem 1 continua como Associação Paulistana, a garagem 2 se tornou CooperQuality e a garagem 3 foi transformada em TransUnião.
A SPTrans afirmou agora há pouco que vai levantar a quantidade de viagens não realizadas e, se forem constatadas partidas que não foram feitas, a cooperativa vai ser multada.
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Ex-cooperados da Associação Paulistana fazem protesto na zona Leste

  1. Amigos, boa noite.

    Noooooooooossa.

    A fiscalizadora nem sabe quantos viagens nao foram realizadas ….

    Assim nao da.

    Vou ter de arrumar outro codinome, pois nem fiscalizar, fiscaliza mais.

    Att,

    Paulo Gil

  2. sou cooperado presisamos reclamar e da tarifa que recebemos de 1.40 bruto porque a impressa nao divulga o valor que recebemos os usuarios acha que transportamos e recebemos o valor supra

  3. Concordo Paulo se esse órgão não sabe nem o que ta acontecendo,com micros em greve ela vai apurar se as partidas falharam,significa que mais uma vez ela provou o que sabe fazer absolutamente nada e uma vergonha,era melhor ela nem se manifestar tamanha ridicularidade nas suas afirmações e constatações.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: