Mauá: Ninguém recorre e Suzantur está a um passo de assumir o monopólio dos transportes

ônibus

Ônibus da Suzantur. Nenhuma inabilitada recorreu na licitação de Mauá que está prestes a ter o monopólio retomado nos transportes. Foto: Adamo Bazani

Ninguém recorre na licitação de Mauá e Suzantur deve assumir
Licitação dos transportes na cidade é polêmica e foi feita após uma sindicância que ainda levanta dúvidas
ADAMO BAZANI – CBN
A Suzantur, que foi contratada emergencialmente em outubro pela administração Donisete Braga, do PT, está com as mãos na operação de todas as linhas de ônibus de Mauá, na Grande São Paulo.
Devido às incertezas jurídicas de todo o processo de licitação e histórico de quebras de contratos por parte da prefeitura, a concorrência atraiu poucas empresas: Express Transportes Urbanos (que opera na Zona Leste de São Paulo), Princesa Turismo Eireli (de Mato Grosso), Viação Diadema (de Baltazar José de Sousa) e a Transportadora Turística Suzano – a Suzantur, que já tem conhecimento da cidade e realizava investimentos antes mesmo da licitação como compra de ônibus e reformas da garagem Princesinha, de Baltazar José de Sousa, no Jardim Zaíra 4, onde também funcionou a empresa Viação Estrela de Mauá, de Baltazar e depois comprada por David Barioni Neto, ex executivo de Constantino de Oliveira, fundador da Gol e que foi parceiro de negócios de empresários de ônibus do ABC, como o próprio Baltazar José de Sousa e Ronan Maria Pinto, dono de viações na região e do jornal local Diário do Grande ABC.
Diferentemente do que normalmente ocorre em outras licitações, as inabilitadas não recorreram deixando o caminho aberto para que a Suzantur assuma o monopólio dos transportes na cidade.
A Suzantur é de Claudinei Brogliato. Ele foi sócio na empresa de Ângelo Roque Garcia, irmão de José Garcia Netto, o Netinho, do Banco Caruana, que financiou ônibus para Baltazar e Ronan.
Claudinei disse que desde março de 2011, Ângelo não é mais sócio na Suzantur e que não tem relações com Baltazar, a não ser pelo aluguel da garagem Princesinha.
Ônibus que eram da Estrela de Mauá, que tentou operar no lote 02 junto com a Leblon Transporte, são usados pela Suzantur e financiados pelo Caruana.
A Suzantur vai assumir o monopólio dos transportes de Mauá. Diferentemente do discurso do prefeito Donisete Braga e do ex secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio Pereira, que hoje se candidata a deputado estadual, a cidade só vai ter um lote para o transporte.
Quando a Estrela operou no lote 02, Donisete disse que Mauá deveria ter 3 ou 4 empresas. Na audiência na Câmara, o secretário hoje candidato, garantiu dois lotes.
A entrada da Leblon Transporte de Passageiros em 2010 quebrou o monopólio que era de Baltazar José de Sousa.
A empresa e a Viação Cidade de Mauá, de Baltazar, foram descredenciadas por supostas consultas não permitidas pela prefeitura de Mauá ao sistema de bilhetagem.
Mas a sindicância que apontou para estes supostos atos não foi consenso nem na prefeitura. Em 27 de junho de 2013, a procuradora do município Thaís de Almeida Miana sugeriu uma nova sindicância mais técnica e menos testemunhal e acatou as argumentações da Leblon de que as consultas foram autorizadas, com treinamento da própria prefeitura.
Donisete Braga e Paulo Eugênio Pereira ignoraram a recomendação.
O descredenciamento das empresas foi apontado como manobra para que o monopólio nos transportes fosse retomado.
A prefeitura negava, mas agora diz que o modelo de um lote só é interessante para economicidade pelo valor da outorga. O paço nega privilégios a empresas.
No dia 22 de julho, terça-feira, será analisada a proposta da Suzantur. Se a outorga for igual ou maior que R$ 5 milhões, como exigido no edital, haverá 5 dias para novas manifestações. Não ocorrendo contestações, o monopólio dos transportes volta oficialmente em Mauá.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. PARDAL REVOLTADO E SILVA disse:

    Aguardem em breve espaço de tempo que Ronan e Baltazar assumirão totalmente COM FORÇA TOTAL o transporte da cidade de Mauá, é só a poeira abaixar e só aguardar e ver, está mais claro do que a agua transparente.

    1. jackson disse:

      concordo plenamente com vc outra possibilidade também é que a Suzantur possa ficar com as linhas em Mauá pelo pagamento de dividas do Baltazar com o banco Caruana e não eram poucas mas tudo em casa na base do conchavo são tudo farinha do mesmo saco ….

  2. PQP ! Mas que put*ria que ficou o des-transporte coletivo de MAUÁ heim tchê ?
    Até as capivaras que nadam nas fétidas e poluídas aguas do Rio Tietê sabem que a SUZANTUR é uma empresa laranja do grupo Baltazar, Ronan & Constantino! Tudo farinha do mesmo saco! Busquem aqui pela internet uma reportagem do final de 1998 publicada pela revista VEJA (Edição VEJA SP) que tem por título OS BARÕES DO TRANSPORTE URBANO !
    Nunca mais a dona VEJA publicou reportagens do tipo relacionadas aos monopólios e oligopólios e aí fico pensando! Será que rolou cascalho tchê ?
    Já fazem 16 anos portanto que um amplo raio x do transporte coletivo brasileiro foi estampado nas páginas de VEJA e nádegas foi resolvido de lá pra cá (isso mesmo NADA!) Passamos pelo governo federal do PSDB*sta naquela época e depois os 12 anos no poder que se não existir um milagre se eternizará no poder! Parodiando o pessoal da UNIVER$AL e o “santo”bispo Macedo (agora barbado! mais parecendo um homem das cavernas!) “…Eu acredito em milagres ….” porquê eu sou a universal, hehehehe ….Brincadeiras à parte, mas a verdade é que virou p*taria essa “licitação” de MAUÁ, a cidade M do ABCD !!!

    1. Paulo Gil disse:

      Amigos, bom dia.

      Acesse a matéria Os Barões do Transporte em:

      http://veja.abril.com.br/acervodigital/home.aspx

      Edição 1531 de 28.01.1998 pgs. 64 a 67

      Att,

      Paulo Gil

  3. Mauaense com Nojo! disse:

    Parabéns sr. espero que ex-prefeiro de Mauá, Donizete Braga. Você acabou com o resto de moralidade pública na cidade de Mauá. Você e seu candidato Paulo Eugênio.
    Os empresários e banqueiros de ônibus devem estar feliz com vocês.
    De início, a Suzantur deve ser bela. E depois, com monopólio? Claro que é a empresa que vai dar as cartas.
    Ops, esqueci, você, prefeito, não se importa com isso!.
    Onde já se viu descredenciar uma empresa por uma consulta a dados que ela tiunha direito!!!!.
    Era o pretexto que seus patrões queriam.
    Bom, fico feliz por você. Pelo menos não vai ser um Celso Daniel.
    Tava com medo né, Donizete?

  4. Kd meu emprego disse:

    O monopólio sempre existiu!!! O monopólio só seria quebrado se 2 empresas operassem a mesma linha!!! A Leblon monopolizou o zaira assim como a cidade mauá monopolizou o itapeva… e assim por diante. Quero ver se depois de td isso o prefeito vai honrar a promessa de manter o emprego de todos!!!

  5. não tenho nen palavras pra falar o povo de maua não se manifesta contra os policos não tao nen air já estão ate fazendo capanha pos petista monopólio agora sim de verdade eu so quero ver quando chegar as eleiçones em 2016 pra prefeito povo de maua são todos mazuquista cade a Leblon ela concorreu a licitação com outro nome mais o safado do prefeito não aceitou e do Baltazar sim apesar que este lixo e do Baltazar eu falo e confirmo que eu conheço pessoas que são parentes dele que me falou este tal de claudnei bloguiato e apenas o testa de ferro me egana que eu gosto

Deixe uma resposta