Gerente da Santa Brígida diz que pessoas que não eram da empresa, mas usavam uniformes, também incitaram paralisação

ônibus

Gerente da Viação Santa Brígida diz à Rádio CBN que empresa vai ceder imagens de circuito interno às autoridades e que pessoas que não eram da empresa, usaram uniformes da companhia e incitaram a paralisação.

Gerente da Santa Brígida diz que empresa vai ceder imagens internas às autoridades
Ele também afirmou que pessoas que nunca pertenceram à empresa usaram uniformes da Santa Brígida e paravam os ônibus nas ruas e na porta das garagens
ADAMO BAZANI – CBN
A Viação Santa Brígida confirmou que vai auxiliar a polícia e o ministério público e ceder as imagens do circuito das garagens caso os órgãos solicitarem o material à empresa
Danilo Alves dos Santos, gerente de operações da Santa Brígida, disse ao jornalista Thiago Barbosa, no CBN São Paulo, na manhã deste sábado, que já identificou os funcionários que incitaram a paralisação.
A SPTrans- São Paulo Transporte já solicitou informações à empresa de ônibus.
O núcleo da ala dissidente do sindicato dos motoristas, à qual foi atribuída a paralisação dos ônibus que atingiu São Paulo na terça-feira, quarta-feira e na manhã de quinta-feira, se encontra entre os funcionários da empresa. Há também integrantes na Viação Gato Preto
Danilo disse que a empresa tentou evitar a paralisação, mas que outras pessoas que nem fazem parte da categoria incitaram a greve para tumultuar ainda mais a situação.
Houve pessoas na porta da garagem e no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo,onde começou a greve, com uniforme da Santa Brígida que nunca trabalharam na empresa, segundo Danilo.
Estas pessoas tiraram as chaves dos coletivos, esvaziaram pneus e ostentavam cartazes improvisados estimulando a paralisação.
Ele afirmou que não há lógica na tese de que as empresas teriam motivado a greve para terem um suposto aumento de tarifas e subsídios, pelo risco de multas aplicadas pela SPTrans, prejuízos financeiros e risco de descredenciamento.

OUÇA A ENTREVISTA:
http://cbn.globoradio.globo.com/sao-paulo/2014/05/24/PESSOAS-QUE-NAO-SAO-FUNCIONARIAS-DE-EMPRESAS-DE-ONIBUS-ESTAO-ENVOLVIDAS-EM-GREVE-EM.htm

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

5 comentários em Gerente da Santa Brígida diz que pessoas que não eram da empresa, mas usavam uniformes, também incitaram paralisação

  1. Adamo
    Parabenizo a você pela brilhante Cobertura das Greves e Reportagens esclarecedoras sobre os motivos e peculiaridades de cada uma.

  2. Muito obrigado pelo reconhecimento.
    Tentamos fazer o melhor, dentro de nossas inúmeras limitações, para passar informações e opiniões para levantar discussões saudáveis.
    Abraços

  3. LEDRAJ SARCE DOPRA // 25 de maio de 2014 às 05:58 // Responder

    Adamo
    Obrigado pela cobertura das greves que em São Paulo foi a greve de ônibus mais abusiva dos ultimos tempos e passe este abaixo assinado para os seus amigos para ser criado a NOVA CMTC a empresa que o Prefeito Haddad prometeu em Setembro de 2013 http://www.avaaz.org/po/petition/pela_criacao_da_Empresa_estatal_de_Onibus_em_Sao_Paulo/?norQUfb

    • Não faz sentido criar uma nova CMTC pessoal ! Ela vai acabar virando um novo cabide de empregos e corrupção e não é a tôa que o “onesto” prefeito Paulo Maluf a extinguiu em 1993 privatizando-a completamente e prá enrolar a população falava que a estava terceirizando tanto é que assinou a criação da SPTrans-torno em 1994 com 10% dos funcionários mais burro-cráticos da CMTC que funciona com o CNPJ da CMTC como se a SPTrans tivesse sido fundada em 1947. Na verdade a CMTC mudou de nome para SPTrans e ressurgiu como a fênix das cinzas porém só na qualidade de fiscalizadora dos serviços e quem nem prá isso presta! DEFENDO: O fim da SPTrans e a fiscalização pelo próprio usuário através de um canal de denúncias via 0800 e outros meios DIRETAMENTE à secretaria de transportes e ao gabinete do VICE PREFEITO ! Vamos dar serviço para esses VICES Brasil afora que ninguém conhece! Os Vices precisam ser uma espécie de ouvidores dos mais diferentes setores da população pois só assim existe a possibilidade de serem bons prefeitos quando ocuparem esse cargo quando os prefeitos estressados ficarem alguns dias fora e em países estrangeiros fazendo turismo digo… política !!!

  4. Ledraj,
    Haddad falou que a nova CMTC só sairá se o Senado Federal aprovar a renegociação da dívida dos municípios, porque sem isso fica meio difícil ter recursos para isso… Como o Senado está segurando essa lei (a pedido do Mantega), acho que a ideia não irá vingar tão cedo…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: