Copa do Mundo 2014: Fretamento também será negócio para empresas de linhas regulares

ônibus

Ônibus da Viação Andorinha. Assim como outras empresas de linhas regulares, companhia também aposta no fretamento para atender demanda maior de passageiros na Copa do Mundo de 2014. Viações devem reforçar oferta de serviços regulares também. Divulgação – Andorinha.

Fretamento também será negócio para operadoras de linhas regulares na Copa
Empresas dizem investir em nova frota e também em qualificação de funcionários. Serviços comuns também recebem prioridade
ADAMO BAZANI – CBN
A Copa do Mundo Brasil 2014, apesar de todas as polêmicas em relação aos gastos públicos e aos atrasos das obras, principalmente de mobilidade urbana, vai movimentar diversos setores, como o de transporte rodoviário de passageiros.
A estimativa do Ministério do Turismo é de que os torcedores gastem R$ 25,2 bilhões nos dias do Mundial. Deste total, 3 milhões de turistas brasileiros devem movimentar R$ 18,3 bilhões e 600 mil estrangeiros devem consumir R$ 6,8 bilhões.
O Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, a previsão é que o transporte rodoviário seja responsável pelo deslocamento de 1,1 milhão de brasileiros. Seiscentos mil turistas devem utilizar ônibus.
Além das empresas de ônibus e agências que atuam exclusivamente em fretamento, empresas que operam linhas regulares aumentam os investimentos em locação de veículos.
Estes investimentos consistem em renovação de frota, capacitação dos funcionários e sistemas de gerenciamento de frota.
Mas o preparo das empresas de ônibus vai além disso.
As companhias de ônibus estudam estratégias sobre onde devem atuar.
E se engana quem pensa que somente nas cidades-sede é que as empresas devem atender o turista. Há passageiros que optam por ficar em municípios localizados entre as cidades que vão abrigar os jogos.
A gerente de loja da Viação Andorinha, Suely Lima, em nota da empresa, cita um exemplo disso. Dezesseis empresários de Israel, que procuraram a empresa, já traçaram um plano que será atendido pela companhia.
Eles vão chegar a São Paulo, mas vão ficar instalados na cidade de Aparecida, no Interior Paulista. A cidade fica “no meio do caminho” para São Paulo e Rio de Janeiro, onde o grupo vai acompanhar as partidas.
Um grupo da Argélia também entrou em contato com a Andorinha e vai percorrer as cidades onde serão realiados os jogos daquele País.
As empresas de ônibus, no entanto, procuram receber os turistas para serviços de fretamento em regiões onde prestam serviços com as linhas regulares.
Isso facilita a parada de ônibus nas garagens para abastecimento, manutenção e até troca de veículo ser for necessário.
Outra empresa operadora de linhas regulares que se prepara para receber a demanda maior da Copa, inclusive fretando veículos, é a Viação Cometa.
Em nota, a companhia de ônibus afirma que vai reforçar a frota das linhas regulares em até 25%
“A Cometa planeja um aumento no fluxo de passageiros de 25% no movimento das linhas entre São Paulo e Rio de Janeiro – as duas principais sedes do evento que recebem jogos do Brasil, Espanha, Uruguai, Chile, Inglaterra e Holanda. Para Belo Horizonte, palco de partidas da Argentina e Inglaterra, 25% a mais de ônibus serão colocados em circulação. Já para Curitiba, a sede da campeã Espanha, o incremento será de 17% na frota”.
A empresa também vai reforçar os serviços, atendendo o fretamento e a demanda por linhas regulares em municípios que dão acesso às cidades-sede ou que abrigam os centros de treinamento das seleções que vão participar do mundial, como diz na nota:
“A Cometa disponibilizará também mais ônibus nas linhas que compõem o interior do Estado de São Paulo, em municípios que possuem CTs (Centros de Treinamento) da Fifa e servirão de base para 15 seleções. Destaque para 13 delas que estão em cidades próximas a capital paulista, como Santos, Campinas e Itu, importantes praças para a Cometa e que receberão as seleções do México, Portugal e Japão respectivamente. Outro destino bastante procurado é Ribeirão Preto, que abrigará a seleção da França”.
Faz parte do Grupo JCA, do qual a Cometa é integrante, a Opção Turismo, empresa especializada em fretamento e que também deve reforçar os serviços.
A UTIL – União Transporte Interestadual de Luxo S/A também disponibiliza serviços de fretamento eventuais, como turismo e passeios, e contínuos, para empresas e escolas, por exemplo.
A empresa que opera nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal, e Rio de Janeiro acredita numa demanda maior para as linhas regulares nos dias de Copa, mas também vai colocar veículos para atender aos turistas em serviços de fretamento.
A Viação Itapemirim também aposta na demanda da Copa tanto para fretamento como em linhas regulares.
A empresa criou no site da empresa uma área exclusiva que permite a compra de passagens por estrangeiros. O link está na página principal e é da rede de comercialização Plataforma 10. Os idiomas são espanhol, inglês e português. Turistas podem comprar as passagens fora do País e os estrangeiros que estiverem no Brasil podem comprar em dólar com cartões internacionais.
Além disso, pela internet, a empresa mantém um link que permite o orçamento de aluguel de ônibus on line.
A empresa opera em aproximadamente 70% do território nacional.
O Grupo Águia Branca/Salutaris também disse reforçar os horários durante o mundial e também oferece serviços de fretamento.
O grupo, que também detém a empresa aérea Trip, realizou mais uma etapa de treinamento de profissionais.
As palestras foram ministradas do Rio de Janeiro para as cidades-sede do mundial atendidas pelas empresas de ônibus Águia Branca e Salutaris.
Segundo nota da companhia, o treinamento foi direcionado a mil e duzentos profissionais, com foco para cada área.
“O treinamento abordou cada detalhe das chamadas ‘operações em campo’ do Grupo Águia, que acontecerão nos estádios, nos aeroportos, hotéis, restaurantes, passeios turísticos, traslados, entre outras. Os módulos do treinamento foram ministrados pelos principais dirigentes do Grupo Águia Branca e mostraram minuciosamente cada ação e a importância do trabalho de todos os envolvidos, entre gerentes, coordenadores, supervisores, operadores, guias e assistentes.”
As empresas Águia Branca e Salutaris atendem os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Copa do Mundo 2014: Fretamento também será negócio para empresas de linhas regulares

  1. Alguns pacotes turísticos estavam reclamando que, a fim de utilizar TRANSPORTES PÚBLICOS ônibus e vans fretadas não poderão trafegar ao largo das ARENAS. De localidade pra localidade ou trechos que não engarrafem o trânsito na HORA DO JOGO.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: