Incêndios e ataques a ônibus têm comprometido cronograma de renovação de frota das empresas, diz SPTrans

Onibus queimado

ônibus da Viação Campo Belo queimado na noite desta segunda-feira. Foto Terra.

Passageiros de ônibus na zona Oeste tiveram dificuldades nesta manhã por causa do medo de motoristas e cobradores em relação a ataques a ônibus. Na zona Sul, um ônibus articulado foi destruído num incêndio. Só neste ano, 56 ônibus municipais foram queimados. SPTrans diz que ataques prejudicam renovação de frota
Os passageiros de dez linhas de ônibus da Transppass, que servem a região do Jardim João 23, na zona Oeste de São Paulo tiveram problemas nesta madrugada.
Após receberem ameaças de ataques a ônibus, motoristas e cobradores não foram até o ponto final das linhas. Os embarques e desembarques eram feitos no quilômetro 15 da rodovia Raposos Tavares.
A situação foi normalizada no início da manhã.
Já na zona Sul de São Paulo, na noite desta segunda-feira, um ônibus articulado da Viação Campo Belo foi incendiado. Um veículo convencional da mesma empresa foi depredado.
Só neste ano, de acordo com a SPTrans – São Paulo Transporte, 56 ônibus municipais foram destruídos em incêndios até esta terça-feira. No ano passado, foram 65, principalmente depois do segundo semestre.
De acordo com o diretor de operações da SPTrans, Almir Chiaratto, os ataques comprometem a renovação da frota na cidade
SONORA
Dos 56 ônibus destruídos neste ano, 50 são de empresas e 6 de cooperativas.
De São Paulo, Adamo Bazani.

4 comentários em Incêndios e ataques a ônibus têm comprometido cronograma de renovação de frota das empresas, diz SPTrans

  1. Antenor Morassini // 1 de abril de 2014 às 19:30 // Responder

    Adamo, boa tarde;

    Você só esqueceu de mencionar aos leitores que, nenhuma seguradora faz seguro para ônibus, ou seja, o empresário que teve seu ônibus articulado de R$800 mil reais ( Isso mesmo, 800Mil !!! ) simplesmente viu seu dinheiro evaporar sem ressarcimento algum.

    Vi na TV um empresário chorando porque em uma manifestação queimaram um ônibus urbano comum 2013; ele dizia ter perdido R$280mil reais e que o povo continuava sendo manipulado à acreditar que fazendo isso estava atingindo o governo. Alguém mais viu ? Claro que não, isso não da ibope e só passa ao vivo, depois nunca mais.

    Acho que esta seria uma ótima matéria para você escrever, quem sabe não ensina as mídias maiores como a Globo ( Cezar Tralli ) de como funciona a realidade das empresas também, quem sabe ele fale menos besteira nas próximas edições do jornal.

    Sou apartidário, por isso consigo enxergar que o nosso governo está se isentando de responsabilidades ( Municipal, Estadual e Federal, todos ! ), jogando a população contra os empresários e vice versa, Assim eles desviam os olhares e o foco que deveriam ser neles.

    Mais uma tática de ano político. No mínimo nojenta.

    Abraços.
    Antenor.

  2. VANDALISMO SUJISMUNDO E COVARDE! CADEIA E COM TRABALHOS FORÇADOS PRA ESSES FILHOS DA P…!! AGORA O Q ME CAUSA UMA CERTA ESTRANHEZA É SABER Q ATÉ VEÍCULOS DE COOPERATIVAS ESTÃO SENDO QUEIMADOS…SERÁ Q ESQUECERAM DE PAGAR ALGO PROS “IRMÃOS DO OUTRO LADO DA MURALHA…” ?

  3. Paulo Roberto Mariano Silva // 2 de abril de 2014 às 14:43 // Responder

    Meu comentário:

    Só 6 peruas de Cooperativas?? Por que será?? Acho que isso daria uma ótima matéria porque levanta várias questões e suspeitas.
    A outra suspeita, porque na próxima licitação aumentarão o número de cooperativas???
    E a outra questão. Estes grupos orquestrados que estão colocando fogo nos ônibus estão a serviço de quem????

  4. Paulo Roberto e Antenor Morassini mataram a charada! Parabéns! Infelizmente vocês são poucos dentro do universo populacional do Brasil que percebem que algo está errado por trás de todos estes ataques! Esta mania de incendiar ônibus está atingindo dezenas de cidades do Brasil também e fazendo uma rápida pesquisa junto aos órgãos de imprensa em muitas deles apenas uma nota é divulgada pois virou caso comum. O avanço assustador das cooperativas na próxima licitação que será feita só em 2015 (Haddad prorrogará o contrato das cooper e das empresas novamente!) pois 4 das 8 áreas serão desmembradas criando-se mais 4 áreas onde serão acomodadas novas cooperativas. SP terá 12 áreas para cooperativas e curiosamente no âmbito das empresas isoladas ou dos consórcios elas irão se acomodar apenas em 3 SPEs (sociedades de propósito especifico) e sabe-se lá aonde operação dentro destas 12 áreas pois tenho informação de que até as cooperativas estão sendo preparadas para operarem também no sistema estrutural da cidade e uma delas será a FÊNIX! que obviamente terá nome de empresa de ônibus (a exemplo do que ocorreu com a Transcooper que criou a NOVO HORIZONTE e que hoje chama-se EXPRESS)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: