Metra anuncia economia de 10 milhões de litros de água por ano

ônibus

Ônibus da Metra. Sistema de tratamento e reuso na garagem da empresa, em São Bernardo do Campo, consegue economizar por ano 10 milhões de litros de água. Ação é fundamental para a utilização correta dos recursos naturais e se torna ainda mais importante nesta época, marcada pelo baixo nível das represas, em especial do sistema Cantareira. Foto: Adamo Bazani

Metra economiza 10 milhões de litros de água por ano
Empresa possui sistema de reaproveitamento e uma estação de tratamento dentro da garagem, em São Bernardo do Campo
A ameaça da falta de abastecimento de água em São Paulo, especialmente nas regiões que são atendidas pelo Sistema Cantareira, tem mobilizado autoridades, especialistas no assunto e também a população para evitar o racionamento. Campanhas alertam para o problema do desperdício, já que o uso racional da água ainda é uma prática de poucos. Do simples fato de manter a torneira aberta durante a escovação dos dentes ao hábito de limpar a calçada com a mangueira, são muitos os costumes que contribuem para o agravamento do problema. No ABC Paulista, uma empresa de ônibus dá o exemplo já há alguns anos.
A Metra Sistema Metropolitano de Transportes, de São Bernardo do Campo, possui uma frota de 270 ônibus, que circula diariamente pelo Corredor ABD, transportando mais de 7,5 milhões de passageiros por mês. Antes de os ônibus deixarem a garagem, eles passam por uma higienização completa, incluindo a lavagem, feita com água de reúso. “Essa água é devidamente tratada e reaproveitada, tanto para a lavagem dos próprios veículos como também para a limpeza das 110 paradas de ônibus da empresa”, explica Sueldes Pimentel, responsável pela área de gestão ambiental da Metra.
De acordo com a gestora, cerca de 30 metros cúbicos de água são tratados por dia, o que representa aperoximandanente 30 mil litros. Com isso, em um ano, a empresa economiza mais de 10 milhões de litros de água limpa, quantidade suficiente para encher mais de quatro piscinas olímpicas. No local onde os ônibus são lavados, há uma estação de tratamento instalada dentro da garagem da Metra. Toda essa água passa por processo de tratamento físico-químico e de desinfecção, sob o comando de técnicos especializados. “O reuso da água, além de outras ações, faz parte das responsabilidades ambientais da empresa, trabalhando em consonância com os pilares da sustentabilidade”, conclui Sueldes.
Assessoria de Imprensa da Metra

3 comentários em Metra anuncia economia de 10 milhões de litros de água por ano

  1. Empresa de alto nível é outra coisa. Se mais empresas fizessem o mesmo, seria muito bom.

  2. EXCELENTE EMPRESA! E ENQUANTO ISSO… A SABESP FICA FAZENDO TERRORISMO CONTRA NÓS DAS ZONA NORTE E NOROESTE DE SÃO PAULO-SP E DE TODOS OS SERES HUMANOS Q BEBEM A AGUA DO SISTEMA CANTAREIRA…E TEM CANOS POR AÍ QUEBRADOS, FURADOS, VAZANDO AGUA POTÁVEL…FORA OS DE ESGOTO…APODRECENDO MAIS AINDA O AR E AMBIENTE…E OS CARAS VEM COM ESSA BABOSEIRA DE RACIONAMENTO…CADÊ A PROSPECÇÃO DE NOVOS LENÇOIS DE ÁGUA PRA MATAR A SEDE E OUTRAS NECESSIDADES BÁSICAS DIGNAS DO POVO? E AÍ ALCKMIN?? COMO FICA?? NAHORA EM Q CHEGA A CONTA DÁ ATÉ DESÂNIMO…!! E O SERVIÇO TERCEIRIZADO E QUARTEIRIZADO DA SABESP É UM HORROR…NÃO SABEM NIVELAR UMA SARGETA Q DESTROEM COM SUAS OBRAS E NÃO ARRUMAM DIREITO AS CALÇADAS Q ESTRAGAM…E A PREFEITURA DE SP/SP, NÃO FISCALIZA P…NENHUMA…CADÊ A PUNIÇÃO FIANCEIRA / JUDICIAL PRA SABESP E OUTRAS CONCESSIONÁRIAS Q DESTROEM A CIDADE?? SÓ NOS RESTA ORAR A DEUS PRA Q CHOVA FORTE POREM SEM FAZER GRANDES ESTRAGOS…EM BRAGANÇA PAULISTA, NAZARÉ PAULISTA, ATIBAIA, MAIRIPORÃ, CAIEIRAS E NA SERRA DA CANTAREIRA COMO UM TODO…SE NÃO ESTAMOS FERRADOS DEVERAS MESMO!!

  3. alcides freire oliveira // 23 de março de 2014 às 10:23 // Responder

    realmente a metra esta de parabéns…..trabalho nesta empresa e vejo o quanto é importante este sistema de reuso de água…a empresa ganha, nós ganhamos e o planeta agradece.sinto orgulho de trabalhar nesta empresa que têm visão diferenciada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: