Promotor diz que não aceita critérios políticos para manter táxis em corredores

ônibus taxis

Para Ministério Público, táxis em corredores de ônibus estão com os dias contados. Promotor diz que só aceita ampliar o prazo para prefeitura tomar decisão caso a administração municipal apresente dados técnicos e que não aceita pressões políticas. Foto: Letícia Macedo / G 1

Promotor diz que só aceita prorrogar prazo para retirar táxis de corredores com argumentos técnicos
Discussões no Conselho de Mobilidade em São Paulo foram acaloradas. Haddad diz que precisa de mais tempo para decisão
ADAMO BAZANI – CBN
O promotor de Habitação e Urbanismo Maurício Ribeiro Lopes disse nesta quarta-feira, dia 15 de janeiro de 2014, na reunião do Conselho de Mobilidade Urbana e Trânsito, que a prefeitura de São Paulo tem somente até o dia 02 de fevereiro para proibir a circulação de táxis nos corredores exclusivos para ônibus da Capital Paulista.
Caso a prefeitura não cumpra o prazo, ele promete entrar com uma ação civil contra a administração de Fernando Haddad.
As discussões foram bastante acaloradas na reunião do conselho. Representantes de taxistas contestaram os três estudos, um da CET, outro da SPTrans e um terceiro de uma consultoria particular, que mostram que a presença dos táxis nos corredores prejudica a velocidade do transporte coletivo.
A retirada dos táxis de acordo com os estudos, aumentaria em média 25% a velocidade dos ônibus no sentido Bairro-Centro e 31% no sentido Centro-Bairro. A presença dos táxis vem reduzindo 28% em média a velocidade dos ônibus.
Ainda segundo os dados, os ônibus transportam em média 271 mil passageiros e os táxis no máximo 2,5 mil pessoas num trecho de 10 quilômetros de corredor.
Hoje a média de velocidade dos ônibus nos corredores de ônibus é de 16,6 km/h e nas faixas é de 20,4 km/k, sendo que normalmente, nos corredores os coletivos deveriam ter desempenho melhor.
Os taxistas dizem que não são os seus veículos que prejudicam o trânsito e que os táxis são uma forma de as pessoas também deixarem os carros particulares em casa.
O promotor disse que só aceita ampliar o prazo para a prefeitura retirar os táxis caso a administração apresente critérios e dados técnicos e não “políticos ou por pressões de classes”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

8 comentários em Promotor diz que não aceita critérios políticos para manter táxis em corredores

  1. O promotor está corretíssimo, taxi é um veículo individual, apesar de ser público, nada difere de uma pessoa pegar o seu carro e sair as ruas ou pegar taxi …

    • concordo plenamente! quem anda de táxi é pq precisa mesmo! ou tá “ostentando” mesmo! então q eles, os táxis, rodem fora das poucas faixas e corredores já pouco exclusivos de ônibus urbanos q temos! Espero apenas q o TCM-SP pare de f…a prefeitura e q o Haddad consiga “dar uma dentro” finalmente e comece logo a construir esses corredores q prometeu! principalmente o Norte-Sul q ligará Santana ao Socorro e o da Avenida Celsos Garcia , q o Kassab enrolou até o fim pra não fazer e não fez mesmo! aliás Serra e Kassab não gostam de ônibus urbanos, terminais de transferência, corredores realmente exclusivos e muito menos de pobres! Nada fizeram…a não ser essa idiotice populista e coisa de “bom mocismo” para com os ricos e os metidos a besta dessa Cidade lascada de colocar os táxis pra rodar em corredores e faixas exclusivas de ônibus já tão poucos como já citei! Veja se nos corredores da EMTU/RMSP-SP OU RMC-SP….essas coisas acontecem…de forma alguma! Só a PMSP/SMT/SPTrans e CET é q deixam essas barbaridades ocorrerem! Táxis só devem entrar em corredores de ônibus e faixas exclusivas se estiverem atendendo uma emergência médica, ou coisa similar…apenas assim!

  2. Fora o entra e saí dos corredores, apesar de ter uma faixa contínua em branco, que segundo o CTB, não pode mudar de faixa de rolamento, e muitas vezes atrapalha os ônibus principalmente nas paradas …

  3. Infelizmente o nosso prefeito e muito suscetível a pressões, exemplo faixas de ônibus na conselheiro carrão, já virou novamente estacionamento de carros.

  4. HADDAD E TATO !! NÃO AFINEM NÃO! TIREM ESSES TÁXIS DOS CORREDORES DE ÔNIBUS ! DEMOROU! PESSOAS PEGAM TÁXIS PPIS MUITAS VEZES NÃO QUEREM ANDAR DE “BUSÃO” POIS É COISA DE POBRE ! ENTÃO JÁ Q NÃO QUEREM USAR OS ÔNIBUS Q OS TÁXIS DEIXEM OS CORREDORES E FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS, JÁ BEM POUCOS, RODAFREM EM PAZ PELOS MESMOS! CHEGA DE POPULISMO, DE HERANÇAS DE JIRICO DE SERRA E KASSAB EM NOME DE JESUS CRISTO! FIQUEM MAIS ATENTOS E TIREM LOGO ESSAS MERDAS DOS CORREDORES E FAIXAS EXCLUSIVAS! TÁXISTAS NEM PRECISAM DISSO PRA GANHAR DINHEIRO E CONHECEM OS MELHORES CAMINHOS E A REGIÃO METROPOLITANA E A NOSSA CIDADE MUITO BEM! ENTÃO CHEGA DESSA BABOSEIRA!

  5. Amigos, boa noite.

    Leticia Macedo, linda foto PARABÉNS!

    E olha que na Avenida Paulista tem as baias de embarque e desembarque.

    Taxi no corredor das 10:30 as 15:30hs, problema resolvido.

    Pá e bola.

    Não percam tempo para resolver um probleminha tão basiquinho.

    A foto é um grande e válido argumento técnico, NADA MAIS.

    Att,

    Paulo Gil

  6. Concordo com o promotor no conteúdo, mas discordo da forma. Corredor de ônibus deve ser somente para ônibus, mas os taxistas devem ser ouvidos antes da decisão ser tomada. Talvez seja possível arrumar uma maneira de compensá-los ou de atenuar suas perdas com alguma outra medida.

    O poder público deve privilegiar o coletivo, mas não deve deixar de fazer o debate com a sociedade.

  7. Luís Marcello Gallo // 17 de janeiro de 2014 às 23:00 // Responder

    Só gostaria de saber quando a CET-SP vai multar, de fato, os carros-fortes que ficam parados na faixa exclusiva de ônibus durante o horário comercial.

1 Trackback / Pingback

  1. Promotor diz que não aceita crité...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: