Tatto pede desculpas por confusão em mudanças de linhas mas não vai mudar de ideia

ônibus

Secretário Municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, reconheceu falhas nas alterações de linhas na Capital Paulista e pediu desculpas. Mesmo assim, extinção de linhas vai continuar. São Paulo deve ter 300 quilômetros de faixas exclusivas novas no acumulado deste ano e Bilhete Único Mensal pode ficar somente para dezembro e não mais novembro.

Tatto pede desculpas e promete 300 km de faixas este ano
Secretário de Transporte de São Paulo admite que poderia fazer de um jeito melhor as mudanças de ônibus na zona Leste de São Paulo. Bilhete Único Mensal pode entrar em vigor somente em 2014
ADAMO BAZANI – CBN
Agestado
O secretário municipal de transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, admitiu nesta quarta-feira, dia 30 de outubro, que as mudanças de linhas no sistema da cidade, em especial na zona Leste de São Paulo, poderiam ter sido feitas de uma forma melhor. Jilmar Tatto pediu desculpas pelos transtornos ocasionados.
“Eu peço desculpa para a população, para o usuário do sistema de transportes, do que aconteceu. Nós vamos aprimorar. Determinei que fizessem mais panfletos, avisassem melhor. Foi um aprendizado. Foi uma mudança bastante grande. Talvez pudéssemos fazer melhor. Mas nesse sentido está sendo um aprendizado e nós vamos aprimorar a parte de informação ao usuário.”
Nos próximos dias, devem ser distribuídos mais 300 mil panfletos explicando as mudanças.
No último sábado, dia 26 de outubro, a SPTrans alterou o itinerário de 43 linhas (apesar de ter anunciado 46 ligações) pertencentes à área 4 da cidade de São Paulo, correspondente ao Consórcio Leste 4, onde atuava a Itaquera-Brasil, novo nome da Viação Novo Horizonte, empresa descredenciada pela Prefeitura de São Paulo por má prestação de serviços.
A área engloba bairros como Carrão, Cidade Tiradentes e São Mateus e conta com cerca de 200 mil passageiros por dia útil.
Por causa das mudanças de linhas, muitos passageiros se confundiram e perderam compromissos ou chegaram com atraso ao trabalho.
No sábado, alguns estudantes que não conseguiram chegar aos locais das provas do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – atribuíram os atrasos às mudanças.
A SPTrans justificou as alterações à necessidade de reorganizar o sistema, evitando sobreposições e reduzindo o tempo de deslocamento.
Somente neste ano, a SPTrans alterou, extinguiu ou reduziu os trajetos de 80 linhas de ônibus. O ganho de tempo ainda não foi sentido por boa parte dos passageiros que reclamam do fato de terem de esperar mais conduções para chegarem ao destino.
Apesar do pedido de desculpas de Tatto, a política de redução de linhas de ônibus na cidade de São Paulo deve continuar. Até 2016, o número de ligações deve cair de 1.305 para cerca de 900.
ATRASO NO BILHETE ÚNICO MENSAL:
Uma das promessas de campanha do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o Bilhete Único Mensal que estava previsto para começar a vigorar em novembro, agora deve ser implantando somente em dezembro.
Tatto disse que vai tentar colocar o sistema ainda no final de novembro, mas é provável que só passe a vigorar no último mês do ano.
Pelo Bilhete Único Mensal, o passageiro pagar uma tarifa fixa de R$ 140 ao mês e pode usar quantos ônibus quiser ou necessitar no período.
SÃO PAULO AGORA DEVE TER CERCA DE 300 KM DE FAIXAS EXCLUSIVAS ESTE ANO:
Após superar a meta de implantação de 220 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus, a gestão de Fernando Haddad estima que, em 2013, devem ser criados cerca de 57 quilômetros de faixas a mais, além dos atuais 243,4 quilômetros.
A meta agora é de 300 quilômetros neste ano. Vias como Avenida Sumaré, Avenida Paulo VI, Avenida Corifeu de Azevedo Marques, Avenida Jabaquara, Avenida Doutor Assis Ribeiro, rua Vergueiro e rua Domingos de Moraes devem receber novos espaços exclusivos.
Tatto ainda disse que com a implantação das faixas, os ônibus ganharam velocidade e desempenho e que números preliminares indicam redução de 8,8% no consumo de óleo diesel dos veículos.
Será que isso vai ser levando em conta no cálculo de um próximo reajuste das tarifas?

TRÊS LINHAS SÃO REORGANIZADAS NA ZONA LESTE
Com a operação de reorganização de linhas de ônibus, iniciada a partir do dia 26 de outubro, sábado, na zona Leste, três linhas já estão fazendo percurso alternativo, deixando de atender, de passagem, o Terminal Vila Carrão . Os ônibus passam a circular pelas avenidas 19 de janeiro e João 23 .

Para mais informações acesse www.sptrans.com.br ou ligue 156

Uma linha está sendo atendida na Av. 19 de janeiro, 649:

507T-10 Term. Sapopemba – Metrô Carrão
Ida: Normal até a Av. Rio das Pedras, Av. Dezenove de Janeiro, Praça Quinze de Outubro, seguindo normal.
Volta: Normal até a Av. Dezenove de Janeiro, Av. Rio das Pedras, seguindo normal.

Duas linhas estão sendo atendidas na Av. João 23, oposto ao lado da rua Marajoara:

3778-10 Jd. Santa Terezinha – Metrô Carrão
Ida: Normal até a Av. Rio das Pedras, Av. Dezenove de Janeiro, Praça Quinze de Outubro, seguindo normal.
Volta: Normal até a Av. Dezenove de Janeiro, Av. Rio das Pedras, seguindo normal.

233C/10 Term. A E. Carvalho – Ceret
Ida: Normal até a Av. Itaquera, Av. Rio das Pedras, Av. João XXIII, seguindo normal.
Volta: Normal até a Av. João XXIII, Av. Rio das Pedras, Av. Itaquera, seguindo normal.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

19 comentários em Tatto pede desculpas por confusão em mudanças de linhas mas não vai mudar de ideia

  1. Tatto ainda disse que com a implantação das faixas, os ônibus ganharam velocidade e desempenho e que números preliminares indicam redução de 8,8% no consumo de óleo diesel dos veículos.
    Será que isso vai ser levando em conta no cálculo de um próximo reajuste das tarifas?

    Amigo Adamo Bazani

    A pergunta é PERFEITA, uma coisa é certa se não for levado em conta no calculo de um próximo reajuste então se não beneficia a população, certamente beneficia os lucros dos empresários.

  2. Amigos, boa noite.

    Conforme conta no post acima:

    ““Eu peço desculpa para a população, para o usuário do sistema de transportes, do que aconteceu. Nós vamos aprimorar. Determinei que fizessem mais panfletos, avisassem melhor. Foi um aprendizado. Foi uma mudança bastante grande. Talvez pudéssemos fazer melhor. Mas nesse sentido está sendo um aprendizado e nós vamos aprimorar a parte de informação ao usuário.”

    Desculpa ?

    Aprimorar ?

    Aprendizado ?

    Talvez ?

    Aprimorar ?

    Numa empresa normal todo mundo já estava demitido por justa causa.

    Quem fez as alterações ?

    Profissionais de quais áreas.

    É bom lembrar que os serviços são pagos e muito bem pagos,R$ 3,00,impostos,IPTU, e o escambal e ainda fazem caca e ainda pedem desculpas.

    TEM É DE PEDIR É EXONERAÇÃO.

    Este país é IMORAL.

    Att,

    Paulo Gil

    • Cidadã da cidade de São Paulo ,concordo em numero e grau, a cidade esta um caos, fazendo isso é porque não pega onibus ou transporte público, que horror.

  3. O secretário Jilmar Tatto não precisa pedir desculpas pelos transtornos ocorridos com a confusão, ele precisa é colocar mais ônibus em circulação. Não é fazendo experiências que vai melhorar. O transporte público foi implantado há muito tempo e precisa é colocar mais ônibus não remanejando as linhas. MUDA QUE MUDA NÃO CRIA RAIZ.

    • #CONCORDO! Mas como sempre escrevo aqui, não são só as áreas 4 e 3 q precisam de empenho da Prefeitura de S. Paulo, no tocante ao transporte público não…a área 2, aonde eu vivo, precisa de mudanças já! temos linhas na região da Vila Medeiros q poderiam ser prolongadas ao Jaçanã, pra nos ajudar a chegar ao Centro da Cidade sem pegarmos dois ônibus! Sem perdermos tempo com integrações e sem ficarmos nas mãos do pessoal da Transcooper/Fênix, mais especificamente a Transcooper e os operadores desmanzelados da linha 172R/10-Jaçanã Metrô Belém, q só querem saber de andar mesmo com os seus veículos, com uma velocidade decente, porém com alguma segurança, após o cruzamento das avenidas Mendes da Rocha e Roland Garros…como nos é difícil ir ao Brás, Pari, 25 de Março, Santa Efigênia e Florêncio de Abreu…ruas e locais importantes de comércio do CENTRO DE SÃO PAULO, SEM TER Q DAR R$1,60 DE INTEGRAÇÃO COM O METRÔ, SENDO A ESTAÇÃO MAIS PRÓXIMA DE NPÓS, A TUCURUVI…E AINDA SIM PASSAMOS NERVOSO COM A FALTA DE VEÍCULOS DA LINHA 1765/10, A MAIS PRÓXIMA DE CASA…NO JAÇANÃ, (RUA LOPES DA COSTA)…A JD. CABUÇÚ/METRÔ TUCURUVI…E VALE LEMBRAR Q A LINHA 701U/10- JAÇANÃ/BUTANTÃ-USP, Q PODERIA NOS DEIXAR PERTINHO DA PRAÇA DO CORREIO, NO CENTRO E PERTO DOS LUGARES Q CITEI ACIMA…FOI SECCIONADA, EM 24 DE NOVEMBRO DE 2012, NO METRÔ SANTANA, BEM COMO SEU ATENDIMENTO, 701U/21-JAÇANÃ/PINHEIROS Q SÓ OPERAVA EM FERIADOS E DOMINGOS…E ERA RECÉM CRIADO. ACORDA HADDAD! VC TÁ FICANDO DOIDO! Q ADIANTA FAZER MAIS DE 200 KM DE FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS E NÃO CRIAR MAIS LINHAS, NÃO DEIXAR DE SECCIONAR E CANCELAR LINHAS, E ATENDIMENTOS SEM CRITÉRIO ALGUM, A NÃO SER A TAL DESCULPA DA BILHETAGEM ELETRÔNICA…SEM REFORÇAR AS FROTAS, ATÉ MESMO EM FINS DE SEMANA E FERIADOS, MESMO PROLONGADOS, POIS NEM TODOS FICAM “PREGADOS” EM CASA…TEMOS VIDA, IDOSOS, E CRIANÇAS, E ESTUDANTES E TANTOS PAIS E MÃES DE FAMILIA NESCESSITAM DE ÔNIBUS TODOS OS DIAS…SE LIGA HADDAD!! FAÇA A DIFERENÇA!! SE NÃO POR VC, PELO MENOS POR NÓS E POR QUEM VOTOU EM VC, POIS EU MESMO VOTO NULO SEMPRE, DESDE 2000! P Q SERÁ NÉ?…

  4. enquanto isso transito na Estrada de Itapecerica atrasa os ônibus.. tudo isso seria resolvido com o semáforo na Itapecerica x Dom Peixoto.. e faixa exclusiva das 06h – 09h no sentido centro.. e 15h – 22h sentido bairro

  5. chega de dar lucros para os empresarios assine o abaixo assinado pela criação da Empresa estatal de Onibus em São Paulo para operar as linhas deficitarias, sistema PAESE em caso de greve das empresas de onibus urbanos, Metrô e CPTM e eventos e São Paulo precisa de 100 assinaturas entre no site e vamos assinar galera não é necessário fornecer nenhum documento.
    http://www.avaaz.org/po/petition/pela_criacao_da_Empresa_estatal_de_Onibus_em_Sao_Paulo/?copy

    • Jamais assino isso, lembra da CMTC ? Talvez não. A pior empresa, veículos detonados, exceto algumas linhas e um cabide de empregos, motoristas ruins … São Paulo se livrou disso. O problema não é ser estatal ou privada. A questão é organizar e oferecer quantidade de ônibus e inteligência nas conexões. O que é muito falho por aqui… Bom mesmo seria se tivesse muito, mas muito metrô e trem para todos os lados.

  6. Gilson Vieira Silva // 31 de outubro de 2013 às 09:59 // Responder

    Adamo e demais leitores do blog.
    Não sou usuário da nova linha 4311/10, mas sempre vejo os ônibus descendo a Ragueb Chohfi praticamente vazios, sentido Terminal Parque Dom Pedro II. Uma linha rápida que atende o Shopping Aricanduva, Metrô Carrão, Tatuapé e Belém. Ai vejo usuários no primeiro ponto da Mateo Bei disputando espaços para entrar nas linhas que vão para o Metrô Carrão.
    Que se faça divulgação com panfletos, principalmente para quem está dentro do Terminal e utiliza as linhas oriundas da Avenida Sapopemba para utilizarem a 4311/10. Proposta!
    Saudações!

    • Boa Gilson, muto bem observado, está sim faltando mais informações aos usuários. Precisei ir a Vila Carrão ontem, e também observei algo parecido. O pessoal disputando a tapa uma vaguinha para entrar naquelas lotações apertadas para o Metrô Carrão e Tatuapé, enquanto a cada 5 minutos passava a linha 4315/10, Term. Pq. Dom Pedro II, com ônibus articulados vazios do Consórcio Plus. Terminando o que tinha que fazer lá, vim para a empresa que é aqui na Praça da Sé. Tomei a tal linha 4315/10, e o intinerário é muito rápido, senão vejamos: Terminal Vila Carrão, Av. 19 de Janeiro, Av. Conselheiro Carrão, Rua Serra de Botucatu, Rua Antônio de Barros, Av. Radial Leste, Terminal Pq. Dom Pedro II. Cheguei aqui em 20 minutos, rápido, mas acho que devido a falta de informação o ônibus veio “batendo lata”, estava eu e mais 8 pessoas, é muito pouco, levando em conta que ele passa nas estações do Metrô Carrão, Tatuapé e Belém. Se continuar assim não precisa de ônibus articulado, basta um apchezinho que tá de bom tamanho.

      • Ricardo Medeiros Afonso // 24 de novembro de 2013 às 20:00 //

        Gilson,concordo que as linhas 4311 e 4315 são ótimas opções para quem se dirigi para o centro mas no caso da 4311 ela sofre com a sobreposição de linhas tanto no próprio Terminal São Mateus ,onde há 1 linha que faz o futuro percurso do Expresso Tiradentes(antigo Fura-Fila),além de outras que vâo para o Pq.D.Pedro ´por outros trajetos e de linhas que seguem pelo mesmo caminho a partir do cruzamento da Ragueb Chofhi com Av.Aricanduva vindos da Cidade Tiradentes).Esta linha é ótima opção para quem deseja chegar ao Lgo.São Mateus sem precisar passar pela Mateo Bei e seu trânsito caótico
        Quanto a linha 4315 tenho relatos de amigos que demoraram mais de 20 minutos para sair do terminal Carrão e por isso perderam compromissos,além do tempo que perderam para entrar no interior do Terminal.Por isso,acho mais válido pegar 1 linha até a Av.Aricanduva e de lá pegar qualquer linha que se dirija ao Pq.D.Pedro vindo da Cidade Tiradentes ou de São Mateus e segue direto pela av .Aricanduva até a Radial Leste

  7. E é desse jeito que a prefeitura quer desestimular o uso do carro particular. Me desculpem, mas vou continuar andando de carro mesmo.

    • Concordo! O dobro do tempo e em muitos casos andando muito a pé. Claro que andar a pé é bom, mas a sociedade nos impõe horários e temos que cumpri-los. Gastando tanto tempo no transporte público a ponto de perder o dobro do tempo no trajeto de carro com trânsito e tudo não dá. Sem falar na falta de segurança. Falta de educação do povo( sons etc), extremo desconforto em carrocerias de caminhão com bancos, excessivo calor e falta de ventilação além de um enorme risco de pegar gripes.

  8. Adamo, vi hoje na tv que um dos quatro funcionarios publicos presos, no escandalo dos meio bilhoes de reais, foi recentemente indicado a Diretor da Sptrans, fiquei apavorado, qual o criterio usado para este tipo de escolhas, são informações que passam despercebidas, mas fazem toda diferença, tendo em vista a relaçao sempre promiscua da Sptrans com a empresa que foi descredenciada, talves a esplicação do motivo esteja neste fato.

  9. Aceitaria as desculpas se fosse um bando de gente despreparada e sem conhecimento que estivesse a frente dessas mudanças, mas entendo que são pessoas extremamente qualificadas e conhecedores dos processos para efetuá-las, portanto, não desculpo. Já que a idéia da SPTrans é troncalizar, me diga então o que a 3793-Cid.Tiradentes-Metrô Penha está fazendo com esse itinerário igual a 407N com aqueles micros horrendos ? Nas cooperativas estão pisando em ovos para mexer alguma coisa…

  10. Um pedido de desculpas que eu aceitaria dele, era que ele pedisse demissão, como é mais fácil o mundo acabar do que petista largar o osso, entaõ espero o fim do mundo. isso é mais garantido

  11. TA HORRIVEL …. SE PEDIU DESCULPAS POR QUE SABE QUE SACANEOU A POPULAÇAO!

  12. Rolland T. Flackphayser // 9 de novembro de 2013 às 05:41 // Responder

    _Owe, desculpe aêh burguês paulistano, mas você vai continuar se fod3nd8 na nossa mão.

    PTralha

  13. Ricardo Medeiros Afonso // 24 de novembro de 2013 às 19:45 // Responder

    O problema da reorganização das linhas em São Paulo esbarra em minha opinião nos seguintes equívocos:
    sobreposição:eles alegaram que fizeram as mudanças nas linhas por causa de sobreposição de linhas,mas o que o ocorreu foi a transferência do problema do centro para as estações de metrô ou terminais de ônibus,para onde vão várias linhas(dou como exemplo a Estação de metrô Belém para onde se dirigem 6 linhas que fazem o mesmo percurso entre a Pça Sampaio Vidal e a a estação ).Como consequência vejo muitos ônibus vazios enquanto para o centro há poucas linhas diretas que sempre passam lotadas;
    percurso:os especialistas que determinaram os itinerários das novas linhas se preocuparam apenas com os destinos inicial e final das linhas deixando de pensar que o percurso é o mais importante para o passageiro(o que vale o ônibus parar ou sair de um terminal de ônibus ou estação de metrô se ele demora vários minutos para sair ou realizar o trajeto).Não seria mais útil fazer as linhas pararem ou sairem do interior dos bairros e ”apenas” passarem ao lado dos pontos prediletos por eles para destinos finais (terminais e estações de ônibus);
    justificar gastos:muitas pessoas alegam que estas mudanças foram feitas para compensar o aumento de tarifa que foi revogada e fazer as pessoas utilizarem mais de 1 condução para chegarem a seus destinos ,gerando renda para as empresas de ônibus Só esquecem de verificar que a gestão Haddad tem o interesse de fazer mais 13 terminais de ônibus,o que para mim é um desperdício de dinheiro,pois para mim os terminais de ônibus estão ultrapassados(porque devo esperar 1 ônibus por vários minutos dentro de um local sem condições para comportar o fluxo de veículos que para lá se dirigem como está a situação do Terminal Carrão desde a reorganização
    se posso aguardar num ponto a poucos metros deste local e pegar o 1o onibus que me interessa
    em movimento)
    Desculpe o desabafo mas sou um cidadão que demorava 45 minutos no trajeto trabalho-casa e hoje demoro mais de 1 hora para fazer o mesmo percurso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: