Maioria das ligações intermunicipais será feita por corredor de ônibus, diz governo de São Paulo

ônibus

Corredor de ônibus ABD tem aprovação superior ao do metrô. Meta do Governo do Estado é fazer com que a maior parte das linhas de ônibus intermunicipais circule por corredores exclusivos. Foto: Adamo Bazani

Maioria das viagens intermunicipais em São Paulo será feita em corredores de ônibus
Governo do Estado também aposta neste sistema para deixar a mobilidade urbana mais eficiente
ADAMO BAZANI – CBN
Os corredores de ônibus em nenhuma hipótese tiram a importância do metrô pesado e dos trens suburbanos. Mas integrados a estes meios de transportes são considerados em todo o mundo, pelos mais renomados especialistas e gestores, como soluções para deixar eficiente o ir e vir das pessoas.
O Governo do Estado de São Paulo tem se atentado a isso para melhorar a locomoção entre as cidades de regiões metropolitanas.
Até 2025, a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – tem a meta de fazer com que 67% das viagens intermunicipais por ônibus sejam feitas em corredores. Com isso, seria possível diminuir o tempo de deslocamento e exigir qualidade superior dos ônibus.
Hoje apenas 17% das viagens metropolitanas são realizads em corredores, sendo que boa parte deste percentual é no Corredor ABD, que liga São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, ao Jabaquara, na zona Sul da Capital Paulista, passando por Santo André, Mauá, São Bernardo do Campo e Diadema.
Segundo pesquisa da ANTP – Associação Nacional dos Transportes Públicos, os serviços neste corredor no passado tiveram aprovação de 79% enquanto 74% foi o índice de satisfação dos passageiros do metrô de São Paulo.
Com recursos de quase dois bilhões de reais, a meta do Governo do Estado é criar 120 quilômetros de corredores de ônibus, que atenderiam nas regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas e Baixada Santista, 750 mil passageiros por dia.
Destes 120 quilômetros, 60 devem ser inaugurados até a metade do ano que vem.
Cidades como Guarulhos e Itapevi seriam interligadas a Capital Paulista por corredores, de acordo com a EMTU.
Há também projetos de integrar os serviços metropolitanos nos corredores, às redes municipais de ônibus.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

4 comentários em Maioria das ligações intermunicipais será feita por corredor de ônibus, diz governo de São Paulo

  1. Sergio Santo André // 9 de setembro de 2013 às 19:23 // Responder

    Vamos torcer para que não sejam operados corredores pelo titio Balta, por que se cair nas mãos dele…

  2. Amigos, boa noite.

    Guarulhos é prioridade ZERO.

    Na Corifeu de Azevedo Marques um corredor a lá Paulo Gil [faixa branca, tachão e sinalização], já ajudaria bastante, tendo em vista sua extensão de aproximadamente 7 Km, e face a quantidade de EMTU´s que nela circulam.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Ewerton Santos Lourenço (PNE Guarulhos) // 10 de setembro de 2013 às 17:50 // Responder

    Se depender da Administração do Sebastião Almerda; vai ficar pronto no Dia de São Nunca, pois desde de que ele assumiu a Prefeitura de Guarulhos. Ele só estragou a Cidade; destruiu uma das poucas áreas de laser aqui na Região do Bairro dos Pimentas, pra construção de um dos Terminais. Por causa da mudança no Sistema de Transporte devido ao Bilhete Único, ficou mais demorado o trajeto dos usuários que moram na Região. Ainda bem que imbecis dos Empresários das Empresas de Ônibus daqui de Guarulhos, não foram inconsequentes à ponto de vender a Campo dos Ouros (Ex Transguarulhense) e a Vila Galvão ai iria ser uma Crise Generalizada

  4. Quando galinha criar dente acreditarei no PSDB*STA há 20 looongos anos ANINHADO no Palácio do Governo de São Paulo! Alguém aí lembra a FANTÁSTICA promesse de 1998 quando o secretário de transportes do Covas (ainda vivo) dizia que SP teria 330 km de corredores metropolitanos de ônibus, 31 terminais metropolitanos e outras coisas mais? Esta informação consta numa antiga revista do final dos anos 90 chamada TECHNIBUS! E certamente saiu em vários jornais da época também. Passaram-se mais de 15 anos e o que temos hoje ? Heim ? 5 ou 6 terminais metropolitanos ? Quem sabe já temos uns 50 km de novos corredores metropolitanos (sem contar aquele corredor de 33 km inaugurado ainda durante os anos 80 pelo Quércia). SÃO PAULO não tem quase nada gente! Este Estado perdeu N indústrias e empresas que se bandearam para o Nordeste em busca de mão de obra escrava! Perdemos muito e continuaremos perdendo enquanto PTralhas e tucanalhas se revezarem no poder como é o que está ocorrendo deste 2001 na minha outrora cidade de SÃO PAULO hoje suja, feia, poluída, infestada de bandidagem por todos os lados, isso sem contar com as condições de infraestrutura com estradas que lembram as do século XX !

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: