Motoristas do TEG fazem nova manifestação em São Paulo

ônibus

Van escolar em São Paulo. Pela segunda vez, motoristas do sistema TEG – Transporte Escolar Gratuito foram às ruas de novo pedindo reequilíbrio financeiro. Foto: Agência Brasil.

Motoristas do TEG realizam manifestação em São Paulo
Grupo quer reequilíbrio financeiro e alega que os recursos que recebem da Prefeitura de São Paulo são insuficientes
ADAMO BAZANI – CBN
Motoristas do sistema TEG – Transporte Escolar Gratuito realizam na manhã desta quinta-feira, 22 de agosto, carreatas em diversas regiões de São Paulo.
È a segunda manifestação dos donos de vans e micro-ônibus escolares. A última foi realizada no dia 16 de maio, pelo mesmo motivo: reequilíbrio financeiro
Apesar de terem reajuste de R$ 700 incorporado após a primeira manifestação, a categoria diz que ainda os recursos são insuficientes e reclama de como são conduzidas as negociações pela Secretaria Municipal de Educação.
Os motoristas se reuniram em diversas regiões da cidade.
Na zona Sul, o encontro foi em frente ao Shopping Interlagos. Na zona Leste, na frente do Parque do Carmo, na região Oeste, nas proximidades do Terminal de Ônibus Pirituba e na zona norte, em frente ao Campo de Marte.
O trajeto de todos os grupos foi definido pela Avenida 23 de Maio, Avenida Paulista, Rua da Consolação até o Viaduto do Chá, sede da prefeitura de São Paulo.
A cidade de São Paulo conta com 2012 vans e micro-ônibus escolares para o serviço de transporte gratuito que hoje atende 77 mil crianças.
A média de remuneração dos transportadores é de cerca de R$ 5 mil por mês. Eles querem aumentos para R$ 9 mil, alegando defasagem em relação ao custo para manter os veículos.

NOTA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO:

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura de São Paulo esclarece que vem mantendo intenso dialogo com as empresas, cooperativas e profissionais autonomos contratados para o transporte escolar gratuito de estudantes.
Desde o inicio deste ano uma comissao formada por representantes do setor e por técnicos das secretarias de transporte e educacao vem trabalhando para aperfeiçoar a prestação desse importante serviço e garantir a necessária qualidade e segurança das 71 mil crianças que dependem desse tipo de Transporte para freqüentar as escolas.
O Governo Municipal já concedeu um reajuste médio de 15% em maio e esta trabalhando numa nova proposta de reorganização do serviço a ser implantada a partir do inicio do próximo ano.

IMPACTOS NAS AULAS:

A Secretaria Municipal de Educação informou agora há pouco que as aulas na rede pública ocorrem normalmente, mesmo com o protesto dos motoristas da vans e micro-ônibus escolares do TEG – Transporte Escolar Gratuito, que pedem reajustes na remuneração por parte da prefeitura.
Ainda segundo a pasta, são 914 alunos da rede, dos quais 71 mil são transportados pelo TEG.
O órgão está levantando a quantidade de crianças que deixaram de ser levadas às escolas.

Adamo Bazani, jornalista da rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: