Justiça suspende eleição no Sindicato dos Motoristas de São Paulo

ônibus

Isao Hosogi, atual presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de São Paulo ao lado do Secretário de Transportes Jilmar Tatto. Justiça trabalhista suspende eleições na entidade.

Justiça determina suspensão das eleições no Sindicato dos Motoristas em São Paulo
Brigas, ameaças de morte e ações judiciais envolvem disputa pelo controle da entidade sindical
ADAMO BAZANI – CBN
Um sindicato que mexe mensalmente com milhões de reais e é marcado por disputas violentas por poder, que nos últimos anos foram responsáveis pela morte de cerca de 20 pessoas e que nas últimas semanas paralisaram 16 terminais de ônibus na Capital Paulista e provocaram tiroteio em frente à sede da entidade, na Liberdade Região Central de São Paulo.
Diante da situação, a juíza Lávia Lacerda Menendez, suspendeu em decisão de agora há pouco o processo eleitoral da entidade. As eleições, que deveriam ocorrer entre os dias 10 e 11 de julho, estavam marcadas para os dias 25 e 26 de julho. O adiamento ocorreu depois do fechamento dos terminais e do tiroteio na sede da entidade.
Para tomar a decisão, a juíza levou em conta o que considera a “gravidade da situação e o rumo que tomou a eleição sindical”, conforme diz em seu despacho.
A suspensão deve durar até ser julgada uma ação cautelar para afastamento e que anula os atos e decisões de Isao Hosogi, Jorginho, presidente da entidade desde 2004 e que tenta novo mandato.
A ação se baseia no fato de Isao ser estrangeiro não naturalizado, o que contraria um artigo da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas. Em primeira instância, a ação foi negada pela Justiça.
Mas a nacionalidade de Isao é um pretexto da chapa de oposição.
Tanto ele como os opositores, muitos que já foram aliados, como Edivaldo Santiago, são acusados de diversas irregularidades e enriquecimento às custas da representação trabalhista.
Há suspeita de irregularidades até nos contratos de planos de saúde da categoria.
Polícia e Ministério Público realizaram busca e apreensões na sede do Sindicato dos Motoristas e da empresa de Planos de saúde Greenline.
Os policiais e promotores investigam suposto esquema de desvio de recursos referentes a planos de saúde da categoria por membros do Sindmotoristas.
O Ministério Público pediu à Justiça quebra de Sigilo Bancário de Isao Hosogi, o Jorginho, presidente da entidade, e de outras duas pessoas: José Rafi e Ronaldo Domingos Esteves Beira
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Justiça suspende eleição no Sindicato dos Motoristas de São Paulo

  1. Este nosso secretario e este Isao Aginomoto na foto estão rindo de que ou de quem ?, com certeza do povo.

  2. E amigo eles tão rindo do povo mesmo e do dinheiro que eles tão faturando as custas da população

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: