SBC aprova convênio com BID e Mauá integração com CPTM

ônibus

Ônibus em São Bernardo do Campo. Cidade assina convênio com BID para a implantação de corredores e espaços para o transporte coletivo. Foto: Adamo Bazani

São Bernardo assina convênio para corredores de ônibus e Câmara de Mauá aprova convênio com CPTM
Prefeitura de São Bernardo do Campo vai receber US$ 250 milhões do BID. Em Mauá, matéria vai para segunda votação
ADAMO BAZANI – CBN
A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, conseguiu assinar nesta terça-feira, dia 25 de junho, convênio com o BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento para a construção de onze corredores exclusivos de ônibus.
As regras do convênio prevêem que a entidade internacional financie US$ 125 milhões e os outros US$ 125 milhões são de responsabilidade do poder público.
Entre os corredores que devem ser licitados primeiramente são os eixos do bairro Alvarenga, Avenida João Firmino e Avenida Senador Vergueiro (bairro Rudge Ramos).
Serão três lotes de licitação. A primeira está prevista para setembro e vai contemplar o corredor Alvarenga. O valor da licitação é de R$ 120 milhões.
Ao todo, São Bernardo do Campo prevê a implantação de 13 espaços exclusivos para ônibus Faria Lima, Jurubatuba, Montanhão, Ferrazópolis, Rotary, Capitão Casa, Castelo Branco e Galvão Bueno. Devem ser construído também terminais locais nos bairros de Alves Dias, Batistini, Vila São Pedro e Rudge Ramos.

MAUÁ:
A Câmara Municipal de Mauá aprovou nesta terça-feira o projeto de lei que autoriza o convênio entre o sistema de ônibus municipais e os trens da da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos para a integração das duas formas de transportes.
Agora, a matéria segue para segunda votação, em sessão extraordinária nesta quinta-feira.
Segundo a proposta, o convênio não vai envolver dinheiro da administração. A compra e instalação de equipamentos para a leitura dos cartões com a integração serão pagas pelas empresas Viação Cidade de Mauá (lote 01) e Leblon Transporte de Passageiros (lote 02).
Segundo nota da Prefeitura de Mauá: “Os valores da integração são oriundos do valor da passagem paga pelo usuário, e deverão ser acertados através da câmara de compensação promovida diretamente entre a CPTM e a empresa que opera o bilhete “Da Hora” – PK 9. A função da Prefeitura, no caso, é a de gerenciar e fiscalizar o sistema por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. O valor da integração deve ser inferior à soma das tarifas isoladas de cada modo integrado”
Entretanto, a integração não deve ser totalmente gratuita, havendo um desconto do valor no momento da transferência.
O fato de a Câmara aprovar o convênio não significa que a integração será colocada em prática. É um passo a mais nas negociações que serão revistas com a CPTM por causa da queda do valor das passagens dos trens metropolitanos de R$ 3,20 para R$ 3,00 no dia 24 de junho.
Leblon e Cidade de Mauá já declararam que não se opõe à integração.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em SBC aprova convênio com BID e Mauá integração com CPTM

  1. Amigos, boa noite.

    Falando em Mauá, aquele prazo dado à VCM, já expirou não espirou ?

    Então ?

    Melhorou o Buzão ?

    Ou já romperam o contrato ?

    Será que já esqueceram disto ?

    Já fizeram a pizza ???

    Alguma notícia ????

    Ou o gerundismo está sendo providenciado ??????????

    Att,

    Paulo Gil

  2. antonio cezio de paula // 27 de junho de 2013 às 01:36 // Responder

    sr paulo eugenio voce sofala e nao cunpre voce mesmo disse que tinha todos indice pra tirar a avaçao cidade de maua voce so tem gogoooo seu gordooo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: