GREVE DA CPTM: CET suspende rodízio

greve CPTM

Por causa da greve dos empregados da CPTM, a CET decidiu suspender rodízio municipal de veículos e multas.

GREVE DA CPTM: CET suspende o rodízio
Paralisação das linhas afeta quatro linhas, uma delas, a 9 Osasco – Grajaú está totalmente parada. Nas outras, a paralisação é parcial
Adamo Bazani – CBN

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que a Operação Horário de Pico – Rodízio Municipal de Veículos estará suspensa na tarde de hoje (13/06).
As multas registradas por desobediência ao Rodízio no pico desta manhã também serão canceladas.
A CET informa ainda que, se a paralisação dos funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) se mantiver amanhã (14/06), o Rodízio Municipal de Veículos também será suspenso durante todo o dia.
A greve dos empregados da CPTM atinge as linhas 8 (Júlio Prestes – Itapevi), 11 – Expresso Leste (Luz – Guainazes) e 12 (Brás – Itaim Paulista) é parcial.
Apenas trechos destas linhas estão sem operação no início desta manhã.
Já a linha 9 (Osasco – Grajaú) a operação é totalmente interrompida, por enquanto.
A greve prejudica 1,5 milhão de passageiros. O problema desta linha é também o feriado de Santo Antônio, padroeiro de Osasco. Os ônibus municipais e intermunicipais operam com frota menor em relação aos dias normais.
O Metrô de São Paulo vai prolongar a quantidade de trens nos horário de pico e os ônibus devem operar com tabela máxima durante todo o dia para minimizar a decisão de ontem a noite do Sindicato dos Trabalhadores da Zona Sorocabana representa os funcionários das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda e do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central, dos empregados das linhas 11-Coral e 12-Safira.
De acordo com informações da SPTrans, os serviços entre Pinheiros e Grajaú são feitos por ônibus da operação PAESE – Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência.
Na linha 09, totalmente parada, a operação PAESE é entre as estações Pinheiros e Grajaú com 95 ônibus dos Consórcios Unisul, Sete e Sudoeste.
Na linha 11, não há serviços entre as estações Guaianazes e Estudantes.
Na linha 12, o trecho entre as estações Itaim Paulista e Itaquaquecetuba com 60 ônibus dos consórcios VIP, Via Sul e Sambaíba.
As linhas 7 Rubi (Luz – Jundiaí) e 10 Turquesa (Rio Grande da Serra – Brás), os funcionários são representados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo.
A CPTM divulgou a seguinte nota sobre a greve e informou os trechos que serão atendidos por ônibus:

Para minimizar os transtornos aos usuários, a CPTM acionou a operação Paese, com ônibus gratuitos atendendo aos seguintes trechos:

Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), entre as estações Pinheiros e Grajaú, apesar de parada totalmente.
Linha 11- Coral (extensão) entre Guaianazes e Estudantes
Linha 12- Safira entre as estações Itaquaquecetuba e Poá e entre Itaquaquecetuba e Itaim Paulista. Opera entre as estações Brás e Manoel Feio.

No caso de dúvidas os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Usuário pelo telefone 0800 055 0121 ou através das redes sociais.

DECISÃO DA JUSTIÇA:
A Justiça Trabalhista determinou que a categoria cumpra 100% da frota nos horários de pico e 75% nos demais horários sob pena de multa aos Sindicato dos Trabalhadores da Zona Sorocabana e Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central

ASSEMBLEIA:
Às duas hortas da tarde, os funcionários da CPTM devem ser realizar uma assembleia para decidir os rumos da greve

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: