Viação Estrela de Mauá vai transferir ônibus para a VCM, diz secretário

Estrela de Mauá

Ônibus da Viação Estrela de Mauá. Por ordem judicial, a empresa não deve rodar tão cedo. Negociações para suposta compra da Leblon não foram para frente. Assim, empresa deve transferir 40 ônibus para a Viação Cidade de Mauá, segundo o secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio. Foto: Tiago Liberato

Viação Estrela de Mauá vai transferir ônibus para a Viação Cidade de Mauá
Como empresa Estrela está impedida de circular pela Justiça, veículos devem ser transferidos para companhia do mesmo fundador. Viação Estrela de Mauá está há quatro meses sem pagar salários e já possui ações na Justiça Trabalhista

ADAMO BAZANI – CBN
(Informações Rádio ABC)

O secretário de mobilidade urbana de Mauá, Paulo Eugênio Pereira, disse na manhã desta terça-feira, dia 12 de junho, ao Jornal ABC, da Rádio ABC, apresentando por Anderson Afonso, Leandro Amaral e Tiago Oliveira, que há uma negociação de transferência de ônibus da Viação Estrela de Mauá para a Viação Cidade de Mauá.
Como a Viação Estrela de Mauá perdeu a licitação para operar o lote 02 e não ganhou os recursos na Justiça contra a operadora Leblon, a Estrela não deve operar tão cedo.
Ao mesmo tempo, a Viação Cidade de Mauá pode perder a concessão por má prestação de serviços, incluindo a existência de frota, segundo o secretário, velha, mal conservada e com até irregularidades na documentação. Vários ônibus da Viação Cidade de Mauá foram apreendidos.
As duas empresas foram criadas por Baltazar José de Sousa para participarem da licitação. Mas se ambas continuassem no nome dele, configuraria monopólio explícito, comprometendo a participação do grupo na concorrência pública. Então a manobra foi em 2008, transferir a Estrela de Mauá o nome de Anísio Bueno e Anísio Bueno Júnior. Mas a ligação deles com Baltazar foi descoberta. Em 11 de julho de 2012 (dois adias antes de a prefeitura assinar um contrato que depois foi derrubado pela Justiça), assumiu a presidência da Estrela de Mauá, David Barioni Neto, ex executivo de Constantino Oliveira, Nenê Constantino, que começou a operar ônibus no ABC junto com Baltazar José de Sousa e Ronan Maria Pinto, este dono de empresas de ônibus do ABC e do jornal local Diário do Grande ABC.
David Barioni Neto nunca trabalhou com empresa de ônibus e na época assumiu uma empresa sem ônibus nenhum na garagem e sem contrato abalizado legalmente.
Paulo Eugênio acredita que por causa dessa transferência dos ônibus da Estrela de Mauá para a Cidade de Mauá é que alguns veículos das Estrela receberam adesivos com os novos padrões visuais da prefeitura.
“Quem compra os adesivos são as empresas de ônibus. Mas sabemos que há negociações de transferência de ônibus entre as duas empresas, da Viação Estrela de Mauá para a Viação Cidade de Mauá” – disse Paulo Eugênio.
Na semana passada, 42 ônibus da Estrela de Mauá receberam adesivos novos da prefeitura.
A Viação Estrela de Mauá não paga os salários de diversos funcionários há quase quatro meses. Apenas os vales estão sendo pagos. A Estrela de Mauá já sofre processos trabalhistas.
Paulo Eugênio disse que ainda não está descartada a possibilidade de a Viação Cidade de Mauá, pertencente a Baltazar José de Sousa, ser retirada de circulação, mas foram distribuídos novos uniformes para os funcionários.
O prazo para a empresa parar de operar por causa dos maus serviços era o final de maio, mas Paulo Eugênio disse que a companhia tem melhorado os serviços. Assim, a empresa vai ganhar mais uma oportunidade.
Segundo ele, a Viação Cidade de Mauá apresentou melhorias em índices como cumprimento de horários e itinerários “depois de um tempo de inércia”, e acordo com as palavras de Paulo Eugênio.
O filho de Baltazar, Baltazar Júnior, prometeu colocar mais 40 ônibus novos. Estes ônibus devem vir então da Estrela de Mauá. Baltazar José de Sousa e o outro filho, Dierly, estão foragidos da Justiça por crimes contra a ordem econômica. De acordo com o Ministério Público Federal, Baltazar está entre os maiores devedores individuais da União, com débitos de R$ 234 milhões só de impostos federais, isso sem contar atrasos trabalhistas, suspeitas de passar empresas que fundou para laranjas e tributos estaduais e municipais.
A outra operadora dos transportes da cidade, Leblon Transporte de Passageiros, possui menos reclamações que a Viação Cidade de Mauá, de acordo com Paulo Eugênio.
“Tanto a secretaria de mobilidade urbana como a população sempre tiveram uma visão melhor da Leblon por ela oferecer melhores serviços. Há aspectos que precisam ser melhorados, mas a Leblon é uma boa prestadora de serviços” – disse Paulo Eugênio à Rádio ABC.
Sobre a suposta venda da Leblon para a Viação Estrela de Mauá, Paulo Eugênio disse que este é um assunto das empresas privadas. Mas a negociação, que existiu, não foi para a frente e a situação, pelo menos por enquanto deve continuar a mesma.

MAUÁ PRETENDE FAZER MUDANÇA COMPLETA NOS TRANSPORTES DA CIDADE:

Paulo Eugênio disse também à Rádioo ABC que Mauá terá uma “mudança completa” nos transportes coletivos da cidade.
Para isso, a prefeitura vai contratar uma consultoria para realizar diagnósticos sobre o sistema e propor readequações das linhas.
O poder público está elaborando o edital para a contratação da empresa de consultoria.

CORREDORES COM ACESSIBILIDADE E EXCLUSIVOS:

Paulo Eugênio disse que a cidade deve construir com verbas do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento e de outros recursos a construção de marginais nos eixos da Avenida Barão de Mauá e Avenida Presidente Castelo Branco.
“Com a atual estrutura da cidade, não tempos condições de ter corredores de ônibus. Também as atuais ruas e avenidas não permitem o uso de ônibus com piso baixo, devido às más condições de viário com buracos e valetas” – disse Paulo Eugênio Pereira.

INTEGRAÇÃO COM A CPTM:

Paulo Eugênio retificou que neste ano ainda entra em vigor a integração dos ônibus municipais com os trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.
São realizados estudos financeiros e técnicos para a complementação entre a Viação Cidade de Mauá, Leblon Transporte e a empresa de trens.

LINHA CIRCULAR CHÁCARAS DEVE SER EXTINTA:
A linha de ônibus Circular Chácaras, operada pela Leblon, deve ser extinta. A linha fazia integração com os outros serviços da empresa: Luzitano, Vital Brasil e Sampaio Vidal.
Segundo Paulo Eugênio, os locais de integração gratuita no São Lúcido e na chamada Chácara do Sorvete não oferecem segurança para os passageiros, principalmente à noite.

NOVO TERMINAL NO ZAÍRA, NO MARINGÁ E NO ITAPEVA:

Paulo Eugênio voltou a prometer um novo terminal no Zaíra, já que o atual não oferece condições de receber o volume de passageiros e de ônibus.
Ele aponta problemas no Terminal Itapeva, operado pela Viação Cidade de Mauá, e disse que as linhas precisam ser revistas, como Jardim Esperança e Jardim Adelina.
Há um projeto de um terminal de ônibus no Jardim Maringá.

MONITORTAMENTO DO TRÂNSITO:
Como já existe o site da CET pelo qual o cidadão pode acompanhar a situação do trânsito na Capital Paulista, Mauá deve ter um sistema que pela internet, será possível acompanhar os congestionamentos ou vias com trânsito bom na cidade do ABC.
O sistema está em teste no link:

http://transitoonline.maua.sp.gov.br/index.html

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Com informações da Rádo ABC

8 comentários em Viação Estrela de Mauá vai transferir ônibus para a VCM, diz secretário

  1. As vezes chega a ser engraçado tudo isso,mas na verdade é muito triste a situação que o povo de Mauá vive, seria cômico se não fosse trágico, os descaso e o abandono abrange de um extremo ao outro, e o caos é notório, é uma grande palhaça a gestão deste partido em nossa cidade, os mandos e desmandos,e medidas nada coerentes permitidas e adotadas , me remetem ao picadeiro , onde nos o povo somos os palhaços, onde temos na platéia numa área vip pelo menos120.000 pessoas que contribuiram para esse imenso espetáculo ,me pergunto todo os dias quantas mais situações bizarras terão que vir a tona para algo ser feito.
    A empresa por falta de carros em condições pega carro da outra empresa irregular, a PMM permite não fala nada, o secretário diz que os adesivo do logo da cidade, é de responsabilidade da empresa e não PMM, então se é assim, podemos ter um ônibus com logo e pintura municipal rodando tranquilamente sem contrato,ou até o serviço clandestino que atende alguns bairros afastado partindo do centro de Mauá, já pode confeccionar numa gráfica qualquer um adesivo meia boca , sem um padrão,sem estilo,semelhante aos que foram colocados nos carros da Leblon, cada um de um jeito e tamanho, e colocar na lateral dos carros Mauá Prefeitura então pronto apto !
    Na boa já não tem mais oque dizer sobre essa cidade, que se encontra largada e abandona e jogada a própria sorte, com relação as promessas do sr ex secretário, eu só acredito vendo, e acredito que Rio Grande da Serra,tera uma integração com a CPTM primeiro que Mauá ,pois quando a integração chegar aqui acredito que estarei bem velho, isso se já não tiver morrido !

    • Já já veremos aqueles carros que fazem transporte clandestino nas linhas da cidade, em pontos como aquele no posto em frente ao shopping, andando com o adesivo da “Mauá Prefeitura” colado na porta, já que além de a prefeitura não fazer nada para combater esta ação criminosa que coloca em risco a vida das pessoas, também não está nem aí para quem usa a sua marca, delegando a terceiros não só a colocação, mas também a definição de como deve ser, numa total demostração de incompetência e descaso.

      • elias carneiro da silva de Curitiba paraná // 10 de julho de 2013 às 03:50 //

        Eu não Estou Nem AÍ Oque Vocês Falam, O Importante é Deus Olhar Para As Nossas Necessidade E Nós Socorrer, Porque O que Vocês Deseja Pra nós é Muito Ruim. Porque Todos Temos Familia,

  2. Mais uma chance pra barão ?- Esse camarada nunca residiu em Mauá , porque se ele tivesse conhecimento dos fatos , ele e os prefeitos do pt , já teriam dado um basta na barão de mauá ..-Ha mais de trinta anos rodando e nada mudou , se melhorou é porque chegou uma outra Empresa com compromisso e mostrou pra eles como é que se trabalha , mas isso magoou os prefeituráveis , e tentaram a todo custo colocar uma outra do mesmo dono , Continuo afirmando – Se a Leblon ainda não faz um serviço melhor a culpa é da pasta que manda nas linhas , não se enganem , é prefeitura que controla os horários , e para eles é normal ficar mais de vinte minutos parado num ponto aguardando o ônibus e mais é só uma questão de observação , coisa que a população não faz , aonde tem ônibus da Leblon circulando , a prefeitura aumentou os intervalos da Leblon e diminuiu os intervalos da barão , porque , quando se vai para o centro , o passageiro paga na catraca , na volta como o pgto. é feito no terminal , a Leblon trás mais passageiros que a barão , é a maior parte para a barão e a menor parte para Leblon , inventaram até um certo radial ,porque não inventaram esse tal de radial quando a linha era mal operada pela januária ? – Prefeituráveis vocês não me enganam e se dependesse de mim vocês estariam todos desempregados por falta de capacidade.

  3. Bom isso da um alivio pois a leblon nao desistiu de nos, agora a prefeitura aumentar os intervalos da Leblon isso é safadeza, esse Donizete é um sem vergonha cara de pau, tenta e tenta tira a leblon e nunca consegui,”A JUSTIÇA ESTA COM A LEBLON APRENDA PREFEITURA E BALTAZAR IDIOTAS” o senhor é conosco pessoal”

  4. Olha eu acredito que se houvesse uma CPI para apurar as irregularidades e por que a prefeitura insiste em beneficiar o Baltazar & Cia, com certeza vai encontrar propina aí no meio, por isso o protecionismo ao grupo BJS. Tem dinheiro sim aí no meio e já que está claro ao publico que Estrela de Mauá e Cidade de Mauá é farinha do mesmo saco, se há dividas trabalhistas (que são milhões considerando o grupo todo) os trabalhadores junto com sindicato deveria entrar com uma ação arrestando todos os bens dessas empresas para garantir o pagamento dos direitos trabalhistas.
    Bom vamos ver onde a patifaria dessa corja vai parar, pois espero que todos esse paguem a Justiça os danos causados a população de Mauá.

  5. Interessante que os idiotas que vinham até aqui babar ovo pro Baltazar se calaram né? Cadê vocês seus otários? Ficam pagando pau pra bandido. O cara se mandou e deixou vocês chupando dedo. Gostaria que pelo menos um dos covardes defensores do BJS se manifestasse. Deve ser tudo petista, raça nojenta que deveria morrer. Vamos lançar a campanha: mantenha a cidade limpa, matando um petista por dia!!

  6. Alexandra Gomes Dos Santos // 20 de junho de 2013 às 14:10 // Responder

    E muito difícil,só que tenhe varios pai de família trabalhador que precisa receber seus sálario

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: