Rio de Janeiro promete mais 37 km de BRS neste ano

ônibus

BRS no Rio de Janeiro. Prefeitura promete implantar mais 37,4 quilômetros de faixa preferencial para ônibus. Sistema não dá a mesma prioridade ao transporte público como os BRTs, corredores de ônibus, mas aumenta a velocidade do transporte público, segundo a Prefeitura.

Rio de Janeiro vai implantar mais 37 km de BRS
Faixas de ônibus irão servir locais como Méier, Estácio, Barra da Tijuca, Maracanã, Humaitá, Botafogo e Centro
ADAMO BAZANI – CBN
A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira, dia 31 de maio, que ainda neste ano a cidade terá mais 37,4 quilômetros de faixas de ônibus do tipo BRS – Bus Rapid Service.
O sistema não é como o BRT – Bus Rapid Transit, não sendo um espaço totalmente separado para os ônibus, mas apresenta uma certa prioridade ao transporte coletivo, que só compartilha o espaço com carros que vão fazer conversões à direita, entrar em prédios e estabelecimentos e táxis com passageiros.
O funcionamento do BRS não é integral, com o espaço prioritário aos ônibus vigorando só das 06 às 21 horas, de segunda a sexta-feira.
Entre os bairros que terão o serviço ainda neste ano estão Méier, Estácio, Barra da Tijuca, Maracanã, Humaitá, Botafogo e Centro.
Já em agosto, segundo a Prefeitura do Rio de Janeiro, devem estar em funcionamento os BRSs Carioca – Saens Peña, retorno Saens Peña – Carioca.
No mês de outubro, entram em operação os BRSs Maracanã – Meirer via rua 24 de maio e volta Meier – Maracanã via Avenida Marechal Rondon.
Em dezembro é a vez de ter início os sistemas de faixas exclusivas Praia de Botafogo – Humaitá via rua São João Clemente e retorno Humaitá – Praia de Botafogo, via Rua Voluntários da Pátria.
Para implantar as faixas de BRS, a prefeitura do Rio de Janeiro vai fazer obras de nivelamento das calçadas, conserto do meio-fio e recapeamento das ruas e avenidas servidas pelos ônibus, além de mudanças na sinalização de trânsito.
Até 2016, a Prefeitura promete mais BRS no Leblon, Flamengo, Copacabana, Laranjeiras, Catete, Flamengo, Bangu, Gloria, Vila Isabel, Campo Grande e prolongamento dos trechos Tijuca, Méier e Centro.
Hoje existem em operação 20,2 quilômetros de faixas preferenciais que, segundo a prefeitura do Rio de Janeiro, reduziram em até 25% o tempo de viagem dos ônibus.
Desde 2011 operam os BRSs da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, Barata Ribeiro/Raul Pompeia, Ataúlfo de Paiva/Visconde de Pirajá, Prudente de Moraes/General San Martin, Antonio Carlos/1º de Março e Rio Branco. Em 2012, foi a vez do BRS da Avenida Presidente Vargas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Rio de Janeiro promete mais 37 km de BRS neste ano

  1. Amigos, bom dia

    Mais uma previsível.

    É lógico que corredor a lá Paulo Gil aumenta a velocidade.

    Afinal, faixa branca tachão e sinalização é a solução.

    Só não é faraônica e faturante, mas que funciona, funciona.

    Tô achando que o corredor a moda a lá Paulo Gil, virou febre nacional.

    Vai dar Ibope rapidinho para as prefituras.

    Lógico né é PREVISÍVEL.

    KKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Mas e os meus royaitie$$$$ ???

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: