Greve de ônibus em Curitiba é descarta

ônibus

Maior parte das empresas depositou o retroativo dos salários com aumentos e categoria decidiu descartar a greve prometida para esta segunda-feira.

Greve de ônibus em Curitiba é descartada para esta segunda-feira
Maior parte das empresas de ônibus já depositou os aumentos da categoria retroativos a fevereiro
ADAMO BAZANI – CBN
Está descartada a greve de motoristas e cobradores de ônibus em Curitiba e municípios que formam a RIT – Rede Integrada de Transporte, que poderia ter início nesta segunda-feira, dia 08 de abril.
A maior parte das empresas de ônibus pagou os aumentos salariais retroativos a fevereiro, data base da categoria.
Até sexta-feira, as empresas não haviam feito o depósito, daí a ameaça de greve.
No dia 12 de março, em reunião no TRT – Tribunal Regional do Trabalho, empresas de ônibus e sindicato dos trabalhadores definiram aumento de 10,5% nos vencimentos da categoria. Com isso, os salários dos motoristas são de R$ 1660 e dos cobradores de R$ 933.
Segundo o Sindimoc – Sindicato dos Motoristas e Cobradores de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, há pendências ainda em algumas empresas e não estão descartados piquetes nas garagens.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: