Ônibus mais rápidos e 24 horas estão entre as metas de Haddad

ônibus

Aumento da velocidade dos ônibus, corredores exclusivos e mais linhas 24 horas estão entre as cem metas de Fernando Haddad. Foto: Adamo Bazani

Velocidade de ônibus é uma das cem metas de Haddad
Para aumentar a velocidade dos ônibus, prefeitura aposta em corredores de ônibus mais modernos
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, se reuniu com o Conselho da Cidade, formado por políticos , especialistas e representantes de classe, na manhã desta terça-feira e apresentou um plano com 100 metas a serem cumpridas até 2016.
A apresentação do plano de medas é uma exigência legal.
O aumento da velocidade média dos ônibus na Capital está entre os planos de Haddad.
A intenção é elevar a velocidade dos atuais 14 km/h para 25 km/h, em média.
Para isso, Fernando Haddad disse que vai investir em espaços preferenciais para os ônibus.
A meta em relação a corredores é a construção de pelo menos 150 quilômetros. Boa parte destas obras, ainda de acordo com o plano de metas, envolve corredores do tipo BRT – Bus Rapid Transit, com estações que permitem o pagamento antecipado da passagem, capacidade para ônibus maiores, como biarticulados, e pontos de ultrapassagem para evitar filas de ônibus nas paradas.
Aumento de linhas de ônibus 24 horas também é uma das metas para servir tanto quem se diverte estimulando as pessoas a deixarem o carro em casa para a balada, como para quem trabalha em horários mais avançados.
O Bilhete Único Mensal e mais integrações ente ônibus e outros modais também estão entre as propostas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

8 comentários em Ônibus mais rápidos e 24 horas estão entre as metas de Haddad

  1. Boa tarde !

    Interessante como estamos muitas vezes diante de problemas complexos e de simples soluções.

    Na sexta – feira passada, encontrava-me na capital paulista, a trabalho e outro compromisso e pude constatar que, ruas / avenidas, que cortam a Av. Paulista, possuem corredores de ônibus, mas, para que um ande atrás do outro.

    São corredores, diriam alguns. Eu digo, é burrice ! De quem os fez e de quem ainda os mantém, porque afinal, na hora do “rush” todos poderemos apreciar, vários ônibus de uma mesma linha, PARADOS, um atrás do outro.

    Ampliar de uma, para duas faixas, é uma simples solução, obedecendo é claro, uma simples regrinha de trânsito, básica, de que a mão da esquerda é para ultrapassagem apenas.

    Entretanto, para finalizar, tudo o que eu disse acima, é uma doce utopia, porque afinal, nada e ninguém vai privar a Paulista, dos reluzentes carrões.

    Como já foi dito aqui neste blog, várias e várias vezes, ônibus é para pobre.

    Abraço à todos.

  2. Amigos, boa noite

    Como já comentei nuns post´s anteriores, aqui em Sampa primeiro precisam aprender a
    fazer a lição de casa.

    Caaaaaaaaaaaaaaaalma, antes dessas ideias de BRT e Buzão 24 horas, Sampa PRIMEIRO precisa:

    1) Aprender a operar um corredor “meia boca” e até o 9 de julho / Santo Amaro;

    2) A prender a operar o Buzão de dia no horário em que realmente ha demanda de passageiros;

    3) Aprender a limpar corretamente os Buzões internamente (aqui dou a dica, pergunta para a Metra que ela troca a metodologia e o know how por uma linha rentável em Sampa)

    4) E tantas outras “cositas” básicas já citadas.

    Ninguém chega a uma Universidade, sem ter passado pelos ensinos infantil, fundamental e médio.

    Lembrem-se regrinha básica.

    Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeepois é que podem pensar em dar operações mais complexas.

    Att,

    Paulo Gil

    • Rolland T. Flackphayser // 27 de Março de 2013 às 04:31 // Responder

      Outra coisinha básica seria melhorar a pavimentação para acabar com o efeito “chapéu chinês” e livrar pelo menos as vias de trânsito pesado das ilegais lombadas e tambem as horríveis valetas.

    • Paulo, tudo bem ?
      Desejo que sim !
      Quando posso, tirar um tempinho e, dar uma olhadinha e uns pitacos, no blog, o faço.
      Mas confesso, poucas vezes tenho me sentido entusiasmado a fazê-lo; não pelos conteúdos, mas sim, pelo comportamento de alguns que aqui opinam.
      Não concordo com tudo o que você diz, o Roberto, o Luiz Vilela, até mesmo o Ádamo, mas isso, é salutar, pois afinal, estamos todos longe de sabermos tudo, sobre tudo e todos, mas alguns, produzem ofensas, tristes e desestimuladoras, que, acabam por nos afastar.
      Sou ingênuo em pensar que, podemos ser educados, até mesmo, com os nossos inimigos mais ferrenhos.
      Acho que, neste mundo, isto não é possível, infelizmente.

      Abraço e vamos nos falando.

      • Gustavo, boa noite

        Tudo bem graças a Deus, espero que com você também esteja..

        Compreendo, mas não se aborreça com os comentários que não cumprem o “itinerário”.

        O importante é que os comentários salutares sempre serão positivos para a reflexão de todos
        inclusive dos gestores públicos.

        Teve um tempo que eu dei uma desanimadinha também, mas engate uma 2a reduzida e
        continue a rodar por aqui, pois o Adamo está numa velocidade tremenda e os comentários são
        muito legais, pois afinal muitas cabeças pensam mais do que uma.

        Tenho aprendido muito com os comentários aqui postados.

        Leia o post da licitação de Porto Alegre que vai permitir a participação de empresas estrangeiras, muito legal.

        Bom, vá na sua velocidade, mas apareça sempre.

        Aproveito a oportunidade para “convocar” nosso amigo Galezzi a voltar a fazer seus comentários, principalmente agora com os novos troleibus, sinto falta das observações precisas e calorosas que ele faz.

        Obrigado pelo retorno e um forte abraço.

        Paulo Gil

  3. Se o Haddad conseguir implementar tudo a que se propõe, vai mudar o modo das pessoas se locomoverem e vai ganhar todas as eleições a que concorrer, pois o MAIOR problema na capital e grande SP são os congestionamentos, capazes de fazer o Dalai Lama ter um dia de fúria.

  4. fabio maia ferreira // 30 de Março de 2013 às 13:56 // Responder

    Bla, bla, bla… É muito plano de meta e nada de solução. E a Avenida Celso Garcia, como fica? Ela está completamente abandonada, esburacada, largada de mão. Eu faço a linha 2290/10 do trolebus São Mateus – Pq.D. Pedro e nada vejo. Vejo sim, um dos principais corredores da área 3 abandonado e deixado a própria sorte. O sistema de transportes em São Paulo está completamente ABANDONADO.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: