Campo Grande terá ônibus novos ainda neste mês

onibus

Modelo articulado de última geração fará parte do sistema de transportes de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Foi assinado contrato com o Consórcio Guaicurus que no dia 26 vai colocar 25 ônibus a mais. Investimentos nos 20 anos de concessão serão de R$ 800 milhões.

Campo Grande terá 25 ônibus novos ainda neste mês
Cinco dos veículos são articulados de última geração. Contrato com consórcio vencedor foi assinado nesta quarta-feira
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Nelson Trad, assinou nesta quarta-feira, dia 14 de novembro, contrato com o Consórcio Guaicurus, vencedor da licitação dos transportes locais.
O Consórcio é formado por quatro das cinco empresas de ônibus que já prestavam serviços na cidade: Viação Cidade Morena, que lidera o grupo, Viação São Francisco, Jaguar Transportes Urbanos e Viação Campo Grande.
As empresas reunidas prestarão serviços por 20 anos, contrato que pode ser prorrogado por mais 10 anos.
Como valor de outorga para operarem, as empresas vencedoras terão de pagar R$ 20 milhões durante o contrato, sendo que 30% a partir de agora, 20% daqui a 60 dias, e os outros 50% em 50 parcelas mensais.
Os investimentos devem ser na ordem de R$ 800 milhões durante a vigência do contrato, tanto para compra de ônibus, tecnologia para informação e gerenciamento do sistema e modernização de pontos e terminais. Desse total, R$ 40 milhões devem ser investidos de forma imediata.
A partir do dia 26 de novembro, serão colocados 25 ônibus zero quilômetro a mais. Cinco deles são articulados do tipo BRT com maior capacidade de transportes. Neles, cabem 120 passageiros ante os 90 transportados nos articulados atuais. Os novos ônibus articulados possuem 2,60 m de largura, 2,30 m de altura e até 20 metros de comprimento, ante 2,50 m de largura, 2,10 m de altura e 18 m de comprimento dos modelos em circulação, segundo nota enviada à imprensa pela prefeitura de Campo de Grande. Os veículos possuem ar condicionado. Cada articulado deste modelo custou pouco mais de R$ 1 milhão.
No prazo de um ano a partir desta quarta-feira, o Consórcio terá de colocar 60 ônibus novos a mais, além de trocar os veículos que atingirem cinco anos de uso.
Hoje a frota é de 545 ônibus na cidade que transportam por dia 220 mil passageiros em 166 linhas.
A frota deve aumentar para aproximadamente 600 ônibus, todos com equipamentos de acessibilidade para portadores de limitações físicas, GPS e câmeras de monitoramento.
Os pontos e terminais deverão ser padronizados e haverá estações com pré-embarque, ou seja, onde o passageiro vai pagar antes de entrar no ônibus, o que deixa mais ágeis e confortáveis as operações de embarque e desembarque.
A modernização dos transportes, que levou à licitação, foi uma das condições para a cidade receber os recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. Por isso que o fim do contrato antigo, que deveria ser em 2014, foi antecipado depois de acordo com as empresas de ônibus.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: