São José dos Campos deve ter catraca livre

São José dos Campos

Ônibus em São José dos Campos. Como forma de protesto por aumentos salariais, motoristas e cobradores devem promover operação catraca-livre e não vão cobrar passagens no dia da manifestação.

Motoristas e cobradores devem liberar catracas como forma de protesto por aumento de salários em São José dos Campos
Categoria pede 8% de aumento nos salários, mas companhias de ônibus ofereceram 6,5%
ADAMO BAZANI – CBN
Motoristas e cobradores de ônibus de São José dos Campos, no interior de São Paulo, decidiram nesta sexta-feira, dia 10 de agosto de 2012, que nos próximos dias vão realizar a operação catraca-livre. A data ainda não foi definida. No dia, os funcionários não vão cobrar as passagens e farão os transportes de graça.
O ato é um protesto por aumento de salários da categoria. O Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba decidiu tomar a decisão em vez de uma greve para não prejudicar a população que depende de transportes coletivos.
O Sindicato pede um reajuste salarial para a categoria de 8%. O Consórcio que opera na cidade, formado pelas empresas Saens Peña, CS Brasil/Júlio Simões e Expresso Maringá ofereceu um reajuste de 6,5%. As companhias são representadas pela Avetp (Associação Valeparaibana das Empresas de Transporte do Vale).
As negociações não avançaram no Tribunal Regional do Trabalho. Os trabalhadores aceitam estudar um aumento de 7%.
Os motoristas e cobradores já realizaram operação tartaruga (com velocidade reduzida) e paralisações por em horários determinados. A última paralisação ocorreu na manhã do dia 02 de agosto e afetou 70 mil passageiros.
A Associação das Empresas disse que agora vai deixar a solução do caso a cargo do Tribunal Regional do Trabalho.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta