GREVE DE ÔNIBUS EM FORTALEZA É MARCADA POR TUMULTOS. EMPRESAS DEVEM DEIXAR O SISTEMA

Greve Fortaeza

Greve de motoristas e cobradores de ônibus em Fortaleza nesta quarta-feira prejudica mais de um milhão de pessoas. Categoria rejeitou proposta de aumento por parte das empresas, intermediada pela Justiça. Sindicato dos trabalhadores disse que cumpre frota mínima de 30%. Já a Etufor, que gerencia o sistema, calcula que em alguns momentos, número de veículos foi menor. FOTO / G 1.

Greve de ônibus em Fortaleza é marcada por tumultos
Veículos foram depredados e pneus esvaziados. Outra polêmica em relação aos transportes em Fortaleza é o descredenciamento de empresas de ônibus
ADAMO BAZANI – CBN

Cerca de um milhão de pessoas que dependem de 251 linhas de transportes coletivos enfrentam muita dificuldade nesta quarta-feira por causa da greve de motoristas e cobradores de ônibus em Fortaleza, no Ceará.
Vários ônibus tiveram os pneus esvaziados e fecham a saída de terminais e garagens, como o terminal de integração do bairro Lagoa.
Mesmo a greve sendo focada para os serviços municipais, as empresas de ônibus de linhas metropolitanas também foram atingidas.
A Viação Metropolitana teve veículos que faziam a linha Fortaleza – Maracanaú parados pelos manifestantes na região do Porangaba.
Ao todo, 33 ônibus da Viação Metropolitana foram parados.
O Sintro – CE – Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará disse que está cumprindo frota mínima de 30% determinada pela Lei de Greve.
Mas muitos passageiros afirmam que algumas linhas não possuem sequer um ônibus operando.
A Etufor – Empresa de Transportes Urbanos de Fortaleza, que gerencia o sistema, informou que entre 6 horas e 7 horas, dos 1798 ônibus que normalmente atendem à cidade, apenas 26,81% foram para as ruas. Das 8 horas às 9 horas, o número, segundo a Etufor, subiu para 31,78% dos veículos.
Os motoristas e cobradores de ônibus pedem um reajuste salarial de 15%, aumento no valor do vale-alimentação de R$ 7,00 para R$ 12,00 e na cesta básica de R$ 60,00 para R$ 80,00, além do fim da dupla função de motoristas que dirigem e cobram ao mesmo tempo e afastamento dos cobradores por 90 dias das linhas que foram assaltadas.
Depois de intermediação da procuradora do trabalho, Jeritza Jucá, o Sindionibus – Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Ceará aceitou oferecer aumento de 8,5% nos salários, acima da inflação que foi de 6,5% em 2011, de acordo com o IPCA, cesta básica e cada folha de vale-alimentação de R$ 8,00.
Muita gente que costumava ir ao trabalho usando o transporte público precisou se deslocar com o veículo próprio, o que causa congestionamentos acima da média em ruas e avenidas da cidade.
A lotação nos poucos ônibus que circulam pe grande, assim como a procura por táxis e mototáxis.

EMPRESAS VÁO DEIXAR DE OPERAR EM JULHO:

Nove empresas de ônibus da capital cearense vão deixar de operar a partir do dia 1º de julho.
O motivo, segundo a Etufor, é a licitação que ocorreu no ano passado e dividiu a cidade em cinco lotes operacionais.
Essas empresas que atuam na cidade não participaram do certame ou perderam a disputa.
Ente as companhias que vão deixar de operar é a São José de Ribamar, há 45 anos atuando em Fortaleza.
A empresa não admite deixar os serviços em julho. De acordo com a companhia, a Etufor se comprometeu que as atuais operadoras que não participaram da licitação deixariam os serviços em 2013.
A São José de Ribamar disse que mais de 300 empregos podem estar ameaçados e que não tem como pagar os direitos trabalhistas no caso de demissão.
A Etufor rebate ao afirmar que os contratos com as operadoras do novo sistema foram assinados em 31 de maio e que, pelo fato, de as atuais operarem por permissão precária, podem ter os serviços suspensos e substituídos pelas companhias que assinaram o contrato de concessão.
O novo sistema que deve ter início em julho, de acordo com a Etufor, será dividido da seguinte maneira:

Área 1: Viação Urbana Ltda e Auto Viação Fortaleza Ltda.

Área 2: Vega S/A Transporte Urbano; Santa Cecília Transportes Ltda; Santa Maria Ltda e Transportes Urbanos Aliança S/A.

Área 3: Auto Viação São José Ltda; Fretcar Transporte Urbano; Viação Siará Grande; Cearense Transporte Urbano e Terra Luz Transportes S/A.

Área 4: Dragão do Mar Ltda; Auto Viação São José Ltda e Maraponga Transportes Ltda.

Área 5: Auto Viação Fortaleza Ltda; Vega S/A; Auto Viação Dragão do Mar Ltda; Rota Expressa S/A.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em GREVE DE ÔNIBUS EM FORTALEZA É MARCADA POR TUMULTOS. EMPRESAS DEVEM DEIXAR O SISTEMA

  1. GREVE DE ÔNIBUS EM FORTALEZA DEVE CONTINUAR NESTA QUINTA-FEIRA.
    Um veículo foi destruído em incêndio. Confira no link:
    http://blogpontodeonibus.wordpress.com/2012/06/20/greve-de-onibus-em-fortaleza-deve-continuar-nesta-quinta-feira/

    PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A GREVE E OUTROS ASSUNTOS RELACIONADOS A TRANSPORTES CLIQUE NA PÁGINA PRINCIPAL DO SITE.
    VÁ ATÉ A PARTE SUPERIOR DA TELA E CLIQUE SOBRE O NOME BLOG PONTO DE ÔNIBUS

  2. a viação URBANA pertence ao sr. BALTAZAR o mais conhecido como TIO BALTA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: