GREVE DE ÔNIBUS DE CURITIBA: Justiça propõe aumento de 8% no salário de motoristas e cobradores

Publicado em: 14 de fevereiro de 2012

Greve Curitiba

Ônibus em Curitiba. Greve dos motoristas e cobradores de ônibus prejudica cerca de 2,5 milhões de pessoas. Em audiência, TRT apresentou proposta de reajustes de 8%, índice próximo ao oferecido inicialmente pelos empresários, de 7%, e bem abaixo do solicitado pelo sindicato dos motoristas, de 40%. Foto: Adamo Bazani.

GREVE DE ÔNIBUS EM CURITIBA: TRT propõe reajuste de 8%
Percentual está bem abaixo do reivindicado pela categoria. Justiça também estipulou valor menor de vale alimentação. Motoristas fazem assembléia

ADAMO BAZANI – CBN

O desembargador Altino Pedrozo dos Santos, do TRT – Tribunal Regional do Trabalho – em Curitiba propôs um índice de reajuste de 8% nos salários dos motoristas e cobradores de ônibus da cidade e da região metropolitana.
O percentual é bem próximo ao oferecido pelas empresas de ônibus, que foi de 7%, e muito abaixo do reivindicado pela categoria: 40%.
O valor do vale-alimentação também ficou abaixo do reivindicado: R$ 200. Os trabalhadores, pelo Sindimoc – Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, pediam R$ 300 de vale.
Os motoristas em assembléia vão discutir os valores apresentados pela Justiça do Trabalho e decidir se continuam ou não em greve.
A paralisação dos ônibus prejudica aproximadamente 2,5 milhões de passageiros.
Na volta para a casa, a cena da manhã se repete e as principais vias do centro de Curitiba e os acessos para os municípios vizinhos registram congestionamentos.
Novamente também a procura por táxis aumentou e muitas pessoas estão praticamente sem nenhum tipo de condução para o retorno.
Representantes do sindicato dos trabalhadores não se mostraram satisfeitos com os números propostos pelo Tribunal, mas dizem que o assunto será discutido.
Eles tinham a expectativa da apresentação de uma proposta de 10,5% de reajuste.
Caso a proposta não seja aceita, o Sindimoc e o Setransp (que representa as empresas) vão definir quantos ônibus vão circular amanhã, mesmo com a eventual manutenção da greve.
A Justiça havia determinado uma frota mínima de 80% de ônibus em horários de pico e 60% nas demais horas. Nem os 30% mínimos exigidos por lei foram cumpridos nesta terça-feira, dia 14 de fevereiro de 2012.
O BLOG PONTO DE ÔNIBUS acompanha o movimento desde as primeiras horas da manhã.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Comentários

  1. Edson disse:

    30 %??? Não ví um único ônibus circulando e moro ao lado de um terminal, é incrível como que para o bem de 3000 trabalhadores 3 milhões tenham que pagar por isso, não sou contra a greve pelo contrário mas desde que se cumpra com a circulação do minimo exigido pela lei.

    1. Oscar disse:

      Pois é. Diziam que iam respeitar a lei, mas não estão respeitando. Então porque temos que respeitar essa gente que está insatisfeita com seus salários? Eles não nos respeitam. Se estão tão insatisfeitos, procurem algo melhor! Curitiba está cheia de empregos! É só procurar.

  2. ADEMIR ORTILIA……………………QUERO VER UM PASSAGEIRO TRABALHAR UM SÓ MES OU SEJA O MES INTEIRO COMO MOTORISTA EM CURITIBA QUE NAO TEM NADA DE CIDADE MODELO NO TRANSPORTE E RECEBER SOMENTE 100 REAIS DE VALE ALIMENTAÇAO´´´´Ó VOCÊ ACHA QUE VAI COMER COM ESSA MISÉRIA………………..

  3. ADEMIR ORTILIA……………………QUERO VER UM PASSAGEIRO TRABALHAR UM SÓ MES OU SEJA O MÊS INTEIRO COMO MOTORISTA EM CURITIBA QUE NAO TEM NADA DE CIDADE MODELO NO TRANSPORTE E RECEBER SOMENTE 100 REAIS DE VALE ALIMENTAÇAO´´´´O QUE VOCÊ ACHA QUE VAI COMER COM ESSA MISÉRIA………………..
    Responder

  4. jeramias disse:

    UM SALÁRIO DE 4.000 SERIA DIGNO, SOU A FAVOR DA GREVE, AS CATEGORIAS TEM QUE LUTAR PELOS SEUS DIREITOS.

    VOCÊS SABEM QUEM SÃO OS DONOS DA URBS ?? EU SEI. AS ELEIÇÕES ESTÃO AI. VOU FAZER CAMPANHA CONTRA ELES…

    PROFESSOR JERÊ.

  5. Sarah disse:

    Vamos ver se agora 5 horas liberam a tal tabela de horário e cumprem a determinação.

  6. Edson Jesus disse:

    aqui em Brasília um cobrador com 25 anos de empresa (empresa pública) está ganhando liquido 2.300,00 reais e mais 660,00em auxilio alimentação, e ainda está pouco, e dizem que o transporte aqui é o pior do país.é melhor trabalhar em ônibus velhos com salário bom, do que em ônibus modernos com salários ruins.não tem como agradar sempre a todo mundo (passageiros), estão sempre descontentes.nem jesus agradou a todo mundo.

  7. Edson Jesus disse:

    A lei nunca está do lado do trabalhador.um serviço de grande necessidade como este deve se pagar bem.pois não pode ser interrompido. basta a justiça e patrões reconhecerem isto.de que adianta tantos ônibus bonitos e modernos sem ninguém para opera-los. porque daqui a algum tempo ninguém vai querer trabalhar mais em ônibus ganhando tão mal.e trabalhando praticamente sem folga.

Deixe uma resposta para Sarah Cancelar resposta