LICITAÇÃO EM MARÍLIA: Cidade Sorriso e Grande Bauru apresentam melhores propostas

Licitação Marília

Monopólio da empresa Circular de Marília, na cidade do Interior Paulista, deve ser quebrado. Nesta quinta-feira foram abertos os envelopes das propostas das empresas que participaram da licitação dos transportes municipais, que foram divididos em dois lotes. A Viação Cidade Sorriso, do Paraná, ofereceu a menor proposta de tarifa, quesito preferencial para a escolha das empresas: R$ 2,15 para o lote Sul e a Empresa Grande Bauru, R$ 2,13 para o lote Norte. As empresas agora terão as propostas analisadas pela Comissão de Licitação que vai ver se elas são viáveis economicamente e operacionalmente. As outras viações que tiveram as propostas desconsideradas neste momento devem entrar com recursos, como destacou a empresa Vale do Sol de Botucatu

Grande Bauru e Cidade Sorriso apresentam melhores propostas para Marília
Viabilidade das tarifas apresentadas pelas empresas vai ser analisada pela Comissão de Licitação. Empresas que tiveram propostas descartadas vão recorrer

ADAMO BAZANI – CBN

O monopólio de cerca de 20 anos da Circular de Marília deve ser quebrado na cidade do Interior Paulista.
Nesta quinta-feira, foram abertos os envelopes com as propostas da empresas participantes da licitação dos transportes municipais.
O primeiro quesito determinante para que a proposta de operação fosse considerada preferida no certame foi o menor valor da tarifa.
A licitação foi divida em dois lotes: Lote Sul e Lote Norte.
Para o Lote Sul, a melhor proposta tarifária foi da Viação Cidade Sorriso, do Paraná, cuja tarifa estipulada foi de R$ 2,15
Já a empresa Grande Bauru ofereceu a tarifa mais baixa entre as concorrentes, de R$ 2,13.
O fato de elas terem oferecido os valores mais baixos não significa que podem ser consideradas vencedoras.
A abertura dos envelopes ocorreu nesta quinta-feira, dia 10 de novembro de 2011.
Agora, a Comissão de Licitação vai analisar a documentação apresentada pelas empresas e ver se a proposta que elas apresentaram terão viabilidade econômica e operacional.
Empresas que não tiveram a proposta de tarifa mais baixa prometem recorrer.
É o caso da empresa Vale do Sol de Botucatu que acredita que as empresas classificadas não apresentaram documentos que justifiquem a possibilidade da cobrança destas tarifas consideradas mais baixas.
As empresas inicialmente desclassificas trem agora cinco dias úteis para apresentar os recursos e mais cinco dias para as contrarrazões.
A Grande Bauru conseguiu apresentar a proposta amparada por uma limitar que permitiu que ela participasse da licitação.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

15 comentários em LICITAÇÃO EM MARÍLIA: Cidade Sorriso e Grande Bauru apresentam melhores propostas

  1. Tem uma coisa que chama atenção nessa matéria, pelo menos para mim, é o fato de a Viação Cidade Sorriso estar buscando expandir seus serviços em várias regiões do Brasil, ou seja, ela concorreu na licitação de Uberlandia ( se eu errei me corrijam por favor) e está operando lá, concorreu em Diadema e agora em Marilia,isso mostra que a empresa está disposta atuar fortemente no setor em várias regiões não apenas em Curitiba sua matriz, mostra que a empresa se profissionalizou muito a partir da experiencia obtida em Curitiba, assim como a Leblon. Diante disto fica claro uma coisa se a cidade de São Paulo abrir nova licitação para o transporte coletivo com certeza ela será uma das concorrentes. Ai alguém pode dizer que a cidade de São Paulo é impenetrável por causa dos grandes grupos que aqui existem (Ruas, Sambaíba, Saraiva, entre outros) e são fechados. Uma coisa é certa nada é impossível, essa Viação Cidade Sorriso atua no lugar de empresas do Sr. Baltazar em Minas, assim como a Leblon quebrou o monopólio em Mauá. Com certeza se o Consórcio Leste 4 fosse licitado a Cidade Sorriso seria uma das concorrentes, pois é fato que acabaram as barreiras regionais para empresas, outro exemplo foi em Sorocaba onde tivemos uma empresa do Espirito Santo concorrendo. Espero nao estar fugindo do assunto, mas tai uma boa reflexão. Forte abraço
    PS* Adamo neste ano estarei na VVR no dia 26/11 e levarei algumas das crianças que trabalho com elas.

  2. Legal Roberto, se Deus e a asa´pude me ajudarem estarei também e será um prazer fazer uma matéria contigo e com as crianças.
    Afinal ônibus e um evento como a VVR são cultura.
    Pela história dos ônibus, sabemos como eram os hábitos de cada época, como foram as transformações econômicas e como cresceram as cidades.
    Vai ser um prazer.
    Quanto ao tema, em cidades como do ABC e do Interior Paulista, as empresas paranaenses estão sim vendo boas oportunidades devido a falhas em serviços prestados.

    Em São Paulo há falhas e muitas, mas os personagens são mais fortes, como Ruas e Belarmino. É uma grande questão se elas vão ou não participar em algo da Capital.

    Abraços

  3. Já estava na hora da Empresa Circular de Marília sair da cidade!
    Veículos com péssima manutenção e com problema de superlotação, mesmo com partidas de reforço, no horário de pico. A cidade cresceu, mas a qualidade do transporte urbano caiu grotescamente.
    Apenas torço para empresa(s) vencedora(s) mantenham os veículos urbanos normais e com cobrador, sem a péssima ideia de incluir microônibus na frota.

  4. REF.: LICITAÇÃO – TRANSP. PÚBL. URBANO DE MARÍLIA, SP.
    Entendendo Um Pouco Sobre Monopólio:
    Em economia, MONOPÓLIO é como se denomina uma situação de concorrência imperfeita, em que uma empresa detém o mercado de um determinado produto ou serviço, impondo preços aos que comercializam.
    Ter o poder de monopólio significa simplesmente o “ofertante” ter algum controle sobre o preço e a viabilização do produto ou serviço, sem uma curva de oferta.
    No Monopólio a falta de concorrentes leva a que os preços praticados sejam superiores aos preços de mercado que ocorreriam numa situação com concorrência e leva também a que existam poucos incentivos para que sejam efectuados esforços no sentido de melhorar a qualidade e a inovação, criando assim ineficiências de mercado que muitos países tentam evitar através de leis anti-monopólio.
    O Monopólio ‘Natural’ é caracterizado por ser um bem e/ou um serviço exclusivo, com muito pouca ou nenhuma rivalidade (concorrente). TV a Cabo, distribuição de Energia Elétrica ou sistema de Fornecimento de Água são exemplos caracteristicos de ‘monopólios naturais’, ainda que na atualidade haja concorrência nesses setores.
    Os governos possuem dois papéis distindos quando se refere aos monopólios:
    __O primeiro, de combate, através de políticas antitruste e regulação desses mercados para evitar abusos, como os cartéis.
    __O segundo, que caracteriza os monopólios ‘coercivos’, é quando o governo garante os direitos de propriedade, direitos autorais e patentes, criando monopólios legais.

    Sobre o tema em referência, tenho participado ativamente com minhas observações, meus pontos-de-vista nos diversos meios de comunicação, e gostaria de expressa-los também aqui neste espaço.
    A implantação de mais uma ou duas novas empresas de transporte urbano coletivo em nossa cidade, certamente que ‘quebra o monopólio’ da atual empresa em vigor, porém dá-se origém a criação de dois monopólios no mesmo setor. Vejo isso dessa forma em virtude do fato de que uma empresa será DETENTORA EXCLUSIVA do chamado Lote 1 e a outra empresa será Detentora Exclusiva do Lote 2, conforme explícito nos termos elaborados para a implantação dessa licitação pública em nossa cidade.
    Fala-se em CONCORRÊNCIA entre as empresas e dá-se a entender ao público em geral que terão ao seu dispor a opção de escolher se irão embarcar no veículo ‘desta’ ou ‘daquela’ empresa, estando tal usuário (passageiro) em um determinado Ponto-de-Ônibus / Estação de Embarque e Desembarque.
    Muitos usuários ainda acreditam que ambas empresas percorrerão o mesmo trajéto ou itinerário, permitindo-lhes uma ‘escolha’, mas no meu entender, isso não se dará, pois os moradores, por exemplo, que compreendem o Lote 1, só terão uma única opção de transp. públ. Urbano, e o mesmo ocorrerá com os moradores que compreendem o Lote 2.
    Os moradores que residem no Lote 1 e precisarem se locomover até o território do Lote 2, irão usufruir do transporte oferecido em seu Lote até o Terminal Urbano, onde então, embarcarão nos ônibus designados ao Lote 2, e vice-e-versa.
    Acredito sim que haverá considerável melhoria no transp. públ. Urbano de nossa cidade, uma vez que está estipulado a presença de no mínimo 60 veículos em cada Lote, totalizando um total de cerca de 120 ônibus percorrendo a cidade. O que as pessoas talvez não saibam é que a atual empresa prestadora de serviços de transp. públ. urbano, já disponibiliza um número similar de veículos em nossa cidade.
    Poderá ocorrer de os usuários/passageiros se surpreenderem posteriormente ao notarem, sentirem e se darem conta de que as mudanças não foram tão significativas quanto esperavam. Se aperceberão de que se hoje ‘ela’ leva cerca de 60 minitos (1 Hr) para se locomover de uma extremidade da cidade á outra; continuará a levar os mesmos cerca de 60 minutos para ir do lote 1 ao lote 2 ou do 2 para o 1.
    Se hoje o ônibus que ‘ela’ utiliza está lotado; amanhã, quando for implantado defenitivamente o novo sistema (SIM – Sist. De Integração Municipal de Marília), continuará lotado.
    Com a implantação do sistema SIM (Integração), o Terminal Urbano será “desafogado”. Por exemplo, atualmente se um usuário morador do Bairro Nova Marília precisa ir até o Jardim Aeroporto ou Joquei Clube, ele precisa vir até o Terminal Urbano e fazer um novo embarque (Baldeação), e no Sistema SIM ele terá a opção de desembarcar por exemplo na Av. Tiradentes e então embarcar no ônibus DA MESMA CONCECIONÁRIA e dirigir-se ao seu destino de modo mais rápido e prático. Mas nossas ruas e avenidas não permitem uma integração total e geral, e sim parcial, o que resultará em baldeações apenas dentro do terminal urbano.
    Se hoje os usuários se queixam de que os Pontos de Ônibus/Estação de Embarque e Desembarque estão em más condições de concervação, com bancos quebrados, sem acentos, sem cobertura, sem as ‘casinhas’ ou com os palanques no meio do mato, é bom que compreendam que tais iténs não são (no meu entender) de responsabilidade direta da(s) Concessionária(s), e sim são de responsabilidade do Poder Público, das Associações de Bairro que devem efetivar as devidas cobranças aos orgãos competentes visando a melhoria, o conforto e a segurança, e quanto ao estado da calçada (passeio) é de responsabilidade do morador que permitiu a colocação do palanque (Ponto-ônibus) em seu ‘terreno’.
    RESUMO:
    1) = O MONOPÓLIO Foi Divido em Dois.
    2) = Não Há CONCORRÊNCIA Se Ambas Não Percorrerem O Mesmo Trajeto / Itinerário de Modo Integral, Total, Geral, De Uma Ponta a Outra da Cidade de Igual Pra Igual.
    3) = As Queixas, Reclamações e Cobranças Irão Continuar Por Parte dos Cidadãos Usuários do Sist. De Transp. Urbano Público, Pois O Atual Governo Local Está Propiciando Isso, ou Por Falta de Conhecimento ou Por Falta de Competência ou Ainda Por Desconhecer Os Fatos Reais Vividos Pelos Passageiros em Seu Dia-a-Dia, afinal, ‘eles’ Não Utilizam os Ônibus.
    OBRIGADO
    Luiz Carlos Campos – R. Bernardino de Campos – B. Palmital – Marília, SP.
    (14) 3316.2004 – 9626.0220
    http://transpublico.no.comunidades.nethttp://www.curiosidadesgerais.spaceblog.com.br
    transpublico2011@hotmail.compc.negocios@hotmail.com
    Gestor e Educador Para O Trânsito – DENATRAN / E.A.D.
    Gestor de Unidade Móvel – Transp. Coletivo Passageiros/Escolares e Portadores de Restrição de Mobilidade – SEST-SENAT
    Palestrante = Trânsito e Transporte Seguro Economico e Consciencioso

  5. Roberto – SP, a Viação Cidade Sorriso faz parte de um grupo oriunda da cisão do Grupo Gulin, tendo como participação direta a empresa Auto Viação Redentor Ltda. e Transporte Coletivo Glória Ltda. O Grupo Gulin é conhecido por “dominar” (no bom sentido) o transporte coletivo de Curitiba e ter colaborado para o seu crescimento e desenvolvimento. Atualmente existe o Grupo Noster (pode pesquisar na internet) que é formado pela família Gulin e que atua não apenas no transporte coletivo mas também em, revenda de veículos (concessionárias), Construção Civil, Geração de Energia e Locação de Imóveis. Ou seja, é um grupo forte e bem organizado e que onde ver uma fresta de porta aberta imagino que irá com certeza entrar. Se esta porta for São Paulo, não tenho dúvidas que teremos mais uma paranaense atuando na região de São Paulo.

  6. FALANDO DE SÃO PAULO , VAMOS EXPOR AQUI A SITUAÇÃO DA CIDADE DE BARUERI …
    A CIDADE POSSUI MAIS DE 240.000 HABITANTES FIXOS E 90.000 FLUTUANTES ,APENAS 1 EMPRESA OPERA NA CIDADE TRANSPORTANTO 135.000 PASSAGEIROS POR DIA , COM UMA TARIFA DE R$ 3,00 REAIS , É UMA MINA DE DINHEIRO ,,,,,JA ESTA NA HORA DE DIVIDIR A CIDADE EM 2 LOTES E PERMITIR A ENTREDA DE EMPRESAS QUE OFEREÇAM QUALIDADE COMO UM TODO , AFINAL O TRANSPORTE EM BARUERI AINDA É AMADOR E MAU ORGANIZADO…….QUEM DITA AS REGRAS É A EMPRESA , A PREFEITURA NÃO POSSUI NEM MESMO UM ENGENHEIRO DE TRANSITO PARA GERIR O SISTEMA….

    É INACEITAVEL QUE APENAS ESSA EMPRESA BENFICA FAÇA O TRANSPORTE SOZINHA EM BARUERI , JANDIRA E ITAPEVI……….SÃO 135.000 PASSAGEIROS EM BARUERI , 25.000 EM JANDIRA E 60.000 EM ITAPEVI , TODOS A R$ 3,00 REAIS…………..É UMA CIDADE COLADA NA OUTRA……DETALHE , O CONTRATO ENTRE PREFEITURA E EMPRESA VENCE EM 2012 NA CIDADE DE JANDIRA ….CABE AS EMPRESAS INTERESSADAS COBRAR A REALIZAÇÃO DE LICITAÇÃO EM 2012…….

    • Gustavo
      Moro em Cotia e acredito muito que as linhas de ônibus – pelo menos – de Jandira, Itapevi, Barueri e Osasco teriam que ser profundamente redefinidas usando a CPTM 8 Diamante como tronco.
      Ou seja: o maior numero possível de linhas partiria de estações CPTM, mas SEM REPETIR a rota do trem.
      O governador prometeu recentemente uma linha expressa do Terminal Cotia a CPTM Itapevi.

  7. Só não entendi uma coisa: por que a Empresa Circular também não participou da licitação?
    Poderia até vencer um lote.

  8. acho que a populaçao de marilia vai sofrer com o trasporte porque nao vao conseguir tirar a circular e ela vai deitar e rolar agora

  9. Denyz dos Santos // 13 de março de 2012 às 01:20 // Responder

    Minha opinião. Marília-SP esta crescendo bastante. Marília-SP deveria ter mais Quatro terminais sendo (Terminal Rodoviária / Terminal Universitários / Terminal Santo Antônio / Terminal República).
    Sendo assim os ônibus não deveram passar em vários bairros. Tipo eu morava na Vila Real e estudava no Jardim Esplanada tinha que pegar o ônibus até o Terminal sendo 30 min e do Terminal até o meu destino era mais 30 min. Se tivesse outro Terminal na Rodoviária o tempo seria menos. E tinha parente no Santo Antonieta pra mim era uma viajem ir até o Terminal Central e de lá pegar outro. Hoje já passei por Londrina e Curitiba-PR tem as linhas expressa que liga de um lado para o outro. E os ligeirinhos ou chamada direta que só para em alguns pontos movimentados. Claro que Marilia-Sp não é tão grande como Londrina e Curitiba-PR mais a cidade estão crescendo cada dia mais. Se tivesse uma linha direta saindo da Nova Marília CDHU passando pelo Terminal Rodoviária / Terminal Central / Terminal República e até o Santo Antonieta com paradas em lugares de movimentados. E outra tem bastante gente que usa a linha Universidade. Se tiver uma linha saindo do Terminal Rodoviária passando pelos Terminais Universitários / Terminal Santo Antônio / Terminal República. Onde pegara as pessoas da Zona Sul e Norte passando pelas BR. Com poucas paradas seria melhor. Se tivesse esses Terminais Marília-SP iria melhorar 80%.

  10. eu acho uma boa ter mais enpresas transportando pessoas legal mesmo ea tarifa

  11. a cirular de marilia tem que sai mesmo está uma vergonha onibus quebrando faltâo onibús em algumas linhas nâo tá tendo manutençao nos onibús assim deixando a populaçao descontente pois os carros com muitos anos de uso poriço a cidade de marilia precisa das duas empresas novas na cidade á sorriso é grande baurru só assim que vai ter uma menhoria é os cidadâos cantentes e os probemas resolvidos

  12. vanessa miranda dos reis silva // 6 de maio de 2013 às 21:49 // Responder

    gostaria de saber se vai ter uma linha pra o distrito de avencas é uma vergonha nao ter circular pra lá até parece que estamos na idade da pedra gostaria de uma resposta.

  13. SÓ quero os horário dos ônibus via internet
    da empresa grande sorriso saída do terminal da Cidade de Marilia pode ser obrigada ……………

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: