EMPRESAS COM CONTRATOS EMERGENCIAIS CONTESTAM LICITAÇÃO EM SOROCABA

Transportes em Sorocaba

Tudo parecia estar decido. Depois de quase 03 anos de indefinições, o lote 01 dos transportes por ônibus em Sorocaba, no Interior Paulista, foi licitado e finalmente um Consórcio vencedor, formado por empresas dos grupos da Júlio Simões e da Metropolitana, se preparava para cumprir as exigências de modernização dos serviços. Mesmo após a assinatura do contrato, três empresas de ônibus, que também disputaram o certame e perderam, contestaram na Justiça o resultado da licitação, o que o suspendeu. O curioso é que essas três empresas prestam serviços emergenciais no lote desde 2008 e lucram com os atrasos para que o Consórcio vencedor assuma, já que são elas que estão operando, sob contratos milionários. As empresas dizem que só estão no direito delas de contestarem. Tudo começou quando a TCS – Transporte Coletivo de Sorocaba, de René Gomes, de Sousa, foi considerada inapta a prestar serviços por conta de dívidas trabalhistas e com fornecedores. Outras empresas de René passaram pela mesma situação e o empresário foi apontado como responsável pela falência de várias empresas por dívidas não pagas e abertura de outras com os mesmo s ônibus, garagens e funcionários mas com nomes diferentes. A Urbes, gerenciadora dos transportes de Sorocaba aguarda julgamento de recurso contra a suspensão provisória do resultado da licitação.

Sorocaba espera decisão de recurso contra limitar que suspendeu licitação
Resultado do certame, que deu com vencedor o consórcio formado pelo Grupo da Júlio Simões e da Metropolitana, foi suspenso provisoriamente pela Justiça depois de empresas perdedoras entraram com recurso contra licitação

ADAMO BAZANI – CBN

Os transportes coletivos por ônibus do lote 01 do Sistema Municipal de Sorocaba, no Interior Paulista, estão há cerca de 3 anos operando sob indefinições, descredenciamentos de empresas, realização de contratos emergenciais que custam aos cofres públicos, classificação e depois desclassificação de companhias de ônibus e agora, quando tudo parecia estar definido, a batalha ressurge nos tribunais, o que deve atrasar a modernização e a melhoria dos serviços deste lote.
A Prefeitura de Sorocaba e a Ubes, empresa pública responsável pelo gerenciamento e fiscalização dos transportes da cidade, aguardam que o desembargador Marrey Unit, da 3 ª Câmara de Direito Público, julgue recurso do poder público que tenta derrubar a liminar que suspende o resultado da licitação do lote 01.
A suspensão do resultado do certame ocorreu depois que as empresas de ônibus Jundiá, Rosa e São João entraram na Justiça apontando supostas falhas no certame.
Curiosamente, estas empresas que contestam a licitação, ganham com a indefinição dos rumos do lote 01.
Elas operam emergencialmente, por contratos assinados com a Ubes e Prefeitura, o lote 01, desde 2008, quando a TCS – Transporte Coletivo Sorocaba, de René Gomes de Sousa, foi descredenciada do sistema por problemas operacionais e deficiências econômicas, com dívidas trabalhistas e com fornecedores.
Essas três viações compunham o CST – Consórcio Sorocaba Transportes, que perdeu o certame para a CS – Consórcio Sorocaba -, formado pela CS Brasil, empresa que controla a Júlio Simões, e pela Rodoviária Metropolitana.
Em comunicado à imprensa, as companhias Judiá, Roda e São João, que reclamam de documentações da vencedora na licitação, disseram que só estão usando o direito legal de contestarem algo que não entendem que foi correto.
“Reforçamos que pedimos a liminar tão somente por questão de direito e para que sejam cumpridas as legalidades que norteiam as concorrências públicas”
O Consórcio Sorocaba assinou contrato com Urbes e a Prefeitura no dia 16 de junho de 2011.
As empresas que o formam tinham até 04 meses para assumir um contrato de R$ 60 milhões, com 08 anos de duração. A promessa era de renovação de frota, com a colocação de veículos acessíveis para portadores de necessidades especiais, motores eletrônicos, com característas que seguem normas de segurança, e instalação de GPS.
Mas este prazo agora está suspenso.
Das quatro operadoras emergenciais, a única que não contestou a licitação foi a Reunidas Paulista.
A última renovação de contrato enquanto não se definia a licitação dos transportes envolvia cifras milhonárioas para as empresas.
Reunidas Paulista: R$ 9 milhões 044 mil 755 e 48 centavos
Rosa: R$ 8 milhões 149 mil 422 e 67 centavos
Jundiá: R$ 8 milhões 086 mil 822 e 14 centavos
Viação São João: R$ 7 milhões 864 mil 834 e 61 centavos.
Antes do Consórcio Sorocaba ter sido considerado vencedor, a Prefeitura tinha classificado a Expresso Santa Paula, empresa do Espírito Santo, que ofereceu a melhor proposta de retorno ao poder público.
Mas depois de análises técnicas, a própria Urbes considerou que as propostas da Santa Paula não seriam possíveis de entrarem em prática.
O lote 01 possui 43 linhas alimentadoras e uma expressa. Ele começou a apresentar problemas depois da situação financeira insustentável da Transporte Coletivo Sorocaba. A TCS, que tinha dívidas de até R$ 62 milhões com o INSS e R$ 2,5 milhões com o FGTS, é uma das empresas de René Gomes de Sousa que teve de deixar de prestar serviços por conta de endividamento. René perdeu serviços em outras cidades como São José dos Campos, Uberlândia e Uberada pelos mesmos motivos.
Ele foi acusado de depois de falir as empresas, empurrar as dívidas pelos longos processos judiciais e abrir novas companhias com nomes diferentes, razões sociais alteradas, mas com o mesmo quadro de funcionários e mesmas frotas e garagens, a exemplo de seu tio, o também empresário de ônibus, Baltazar José de Sousa.
Enquanto as indefinições continuam em Sorocaba, os serviços do lote 01 permanecem sendo prestados de maneira emergencial, favorecendo financeiramente as mesmas empresas que contestam a licitação na Justiça.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

11 comentários em EMPRESAS COM CONTRATOS EMERGENCIAIS CONTESTAM LICITAÇÃO EM SOROCABA

  1. Na verdade quem paga o pato mesmo, são os trabalhadores do sitema, que não sabem como vai ficar as suas posturas proficionais, estão vivendo o drama da incerteza, e isso é péssimo p/ toda a população, a preocupação gera efeitos, muitas veses efeitos desastrantes.
    Porém não ha oque se faze,r a não ser esperar.
    Esperemos que a urbs opere com mais precisão, com os entereces voltados verdadeiramente p/ as nessecidades da população, e isso sem se corromperem, isso é o que esperamos.

  2. Bom dia.

    Gostemos e concordemos, ou não, o que fazem as operadoras emergenciais em Sorocaba, é o livre exercício de um direito previsto em lei.

  3. Moro em Sorocaba e digo que essas três estão tentando de todas as formas ficar com o lote 1, pois elas estão ganhando um montante bastante expressivo, coisa que dificilmente conseguem operando em outras cidades.
    Os ônibus delas são COMIL SVELTO com chassi VOLKSBUS até são bons, mas não são os ideais para a cidade. Sorocaba merece mais,e esperamos que o Consórcio Sorocaba assuma em breve as linhas.

  4. ola meu nome e eduardo e gostaria de saber como enviar curriculum para esta empresa .obrigado

  5. jundia,ROSA,REUNIDAS.SAOJOAO JA TAO EM CLIMA DE DESPEDIDas
    SEGUNDA DIA 31/10/2011 A CS BRASIL ASSUME ALGUMAS LINHAS LA VAI 15 LINHAS Q IRAM SER TRANSFERIDAS.

    02 BRASILANDIA
    16 ANGELICA / BOTUCATU
    20 VILA CAROL
    23 INDUSTRIAL / YKK
    24 GUADALUPE
    25 ITAVUVU / HABITETO /SOROCABA H
    39 ALDEIA DOS ALARANJAIS
    39/1 STA ESMERALDA / PORTAL ITAVUVU
    45 RETIRO SAO JOAO
    46 PAINEIRAS / STA MARINA
    50 HUNGARES
    54 PAES DE LINHARES
    58/1 SOROCABA PARK /HEBERT DE SOUZA
    61 IPORANGA
    70 NOVA SOROCABA /NV HORIZONTE

  6. onde enviar curriculum para motorista de transporte coletivo?

  7. Antonio marcos de araujo // 12 de novembro de 2011 às 18:50 // Responder

    Boa tarde gostaria de saber como enviar curriculo pra estas empresa pois gostaria de um emprego nem que seja pra limpar onibus tenho habilitaçao categ.D facilidade de aprender qualquer serviço.

  8. Po favor, desejo uma oportunidade de emprego , tenho cnh AD , disponibilidade de cidades, e horarios , Obrigado. Valdeci Honorio

  9. eh claro q a Reunidas Paulista nem se preocupou em fazer isso. Pois a STU (Sorocaba Transporte Urbano), empresa responsavel pelo lote 2 de linhas de Sorocaba pertence a Reunidas Paulista. Mas a materia esta mto boa. parabens!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: